Conteúdo

Drive Thru ultrapassa 4 mil testes e 230 positivos de covid-19 em Santos

31 de maio de 2020
21h 18

Pesquisa estima que 8 mil santistas tiveram contato com o vírus

 

População deve continuar respeitando o isolamento social

 

 

 

Um total de 4014 exames foram realizados nos dois primeiros dias do Centro de Testagem da Covid-19, em sistema de drive thru na Arena Santos (Av. Rangel Pestana, 184). Neste domingo (31), foram 1.948 testes rápidos gratuitos e 116 resultados positivos (5,8%), enquanto no dia anterior foram 2.066 exames, com 117 positivos, 5,6% do total.

A ação, que vai até quarta-feira (3), das 8h às 14h, é destinada a moradores de Santos que apresentam sintomas (devem levar documento com foto e comprovante de residência). A testagem pode ser feita ainda por profissionais que atuam em atividades essenciais. As pessoas que tiveram resultado positivo no teste rápido fizeram coleta de secreções do nariz e da garganta na sequência para o exame laboratorial RT-PCR, de caráter confirmatório.

O resultado dos dois primeiros dias do Centro de Testagem foi divulgado durante live do prefeito Paulo Alexandre Barbosa, na noite deste domingo (31). “Estamos buscando a verdade. E quem procura acha. Quanto mais gente testamos, mais encaminhamos para tratamento e mais salvamos vidas. Salvar vidas é a nossa missão”, disse o prefeito.

Desde o início da pandemia, Santos já realizou mais de 21,6 mil testes rápidos e 8,3 mil PCR, entre drive thrus, unidades de saúde etc.

 

Pesquisa estima que 8 mil santistas já tiveram contato com o coronavírus

Também na live, o secretário de Governo, Rogério Santos, anunciou preliminarmente os resultados da terceira fase da pesquisa científica Epicobs (Epidemiologia da Covid-19 na Região Metropolitana da Baixada Santista), concluída nesta sexta-feira (29), em Santos. O estudo, realizado pela Fundação Parque Tecnológico de Santos com apoio de 40 universidades da região, mapeia a disseminação da doença na região. “Oito mil santistas têm anticorpos para a covid-19. Foram realizados 605 testes, com 3,8% das pessoas contaminadas, aumento de 105% em relação ao resultado da primeira fase, que foi de 1,43% (6 mil pessoas). A segunda etapa registrou 1,85%. Cada fase tem o intervalo de 15 dias”.

A quarta etapa da Epicobs nos nove municípios da Baixada Santista está prevista para iniciar em meados de junho, com testes rápidos adquiridos pelo Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb).

Santistas devem continuar respeitando o isolamento social

Ao comentar vídeos e fotos que mostraram o grande movimento na orla neste domingo, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa apelou aos santistas para que respeitem o isolamento social, a fim de ajudar Santos a manter a classificação de cor laranja no critério do Governo do Estado, que garante a autonomia da Prefeitura para decidir quando e como adotar as medidas de flexibilização.

“Precisamos do apoio da população para avançar e não retroceder. Os indicadores de saúde, ou seja, as nossas ações, vão permitir que possamos reabrir gradualmente o comércio. A Prefeitura está fazendo a sua parte. Mas precisamos de todos para que consigamos manter a classificação laranja e conquistar a próxima, que é a amarela”.

Paulo Alexandre mostrou que a taxa de letalidade da doença em Santos é 4,23, menor do que as do mundo, do Estado, do Brasil e até da cidade de São Paulo. “Quanto mais gente identificamos, menos gente morre. Hoje, fazemos um teste para cada 17 habitantes de Santos”.

De acordo com o prefeito, foi possível alcançar a classificação laranja porque Santos baixou sua taxa de ocupação com a implantação de leitos no Hospital dos Estivadores, na UPA da Zona Noroeste, no Hospital Guilherme Álvaro e abriu o Hospital Vitória. Embora isso não signifique que haverá uma abertura generalizada do comércio. “Vamos decidir juntos. Entendo a angústia das pessoas para abrir a praia, para abrir o comércio. Tenho pena dos pequenos comerciantes, que são os que mais empregam no Brasil. Sabemos das dificuldades. Mas precisamos ter o pé no chão. A curva não está despencando no Brasil. A semana que passou foi a pior para o Brasil”.

“Será que vale a pena dar uma caminhada na praia e aumentar a demora na retomada da economia, prejudicando toda a Cidade?”, questionou o chefe do Executivo.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.