Conteúdo

Dia da Bandeira relembra curiosidades e acontecimentos do início da República

19 de novembro de 2020
14h 38

Neste 19 de novembro, Dia da Bandeira do Brasil, as bandeiras localizadas no Monte Serrat, Ponta da Praia, Praça das Bandeiras e Paço Municipal foram hasteadas pelas equipes da Prefeitura.

Em função da pandemia do novo coronavírus, não houve cerimonial, como ocorre em todos os anos, na Cidade. Este ano, a ação foi conduzida por profissionais da Secretaria de Serviços Públicos, por meio das Subprefeituras da Orla e Intermediária, do Centro e Morros.

LENDAS

O símbolo, criado para marcar o fim do Império e o início da República no País, é repleto de história e algumas lendas. Uma das especulações cita sobre a idealização e escolha de cores da bandeira do Brasil.

O verde teria sido escolhido para representar a vasta mata brasileira, o amarelo por conta do ouro, o branco simbolizando a paz e o azul uma referência aos rios.

Na verdade, a escolha se deu respeitando as cores da bandeira do Império e assim, o verde é uma alusão à Casa de Bragança e o amarelo remete à Casa de Habsburgo. A forma também respeita a bandeira do Império, só que no lugar do brasão, entrou o círculo com a faixa “Ordem e Progresso”.

CURIOSIDADES

Curiosidades não faltam na história da criação do pavilhão nacional. Durante quatro dias, ela teve o mesmo desenho da bandeira dos Estados Unidos da América, com as faixas nas cores verde e amarelo e as estrelas concentradas do lado esquerdo superior.

Mas Marechal Deodoro da Fonseca, que proclamou a República e tornou-se o primeiro presidente do Brasil, quis que a nova bandeira fizesse referência à anterior e o desenho foi alterado.

Outra curiosidade diz respeito às estrelas que representam os Estados brasileiros, o distrito federal e o Cruzeiro do Sul. Para colocar essas estrelas na bandeira, o astrônomo Manuel Pereira Reis, que trabalhou no Observatório do Rio de Janeiro, foi chamado para determinar com precisão científica a sua distribuição.

Diante disso, o Brasil é o único país cujo desenho da bandeira respeita a posição astronômica das estrelas.