Conteúdo
Notícias

Dia ‘D’ do Novembro Azul realiza mais de 2.100 procedimentos em Santos

Publicado: 27 de novembro de 2021 - 18h39

Luiz Carlos Lopes dos Santos, 73 anos, acordou disposto a não perder a oportunidade de colocar em dia sua saúde. “Vim para uma revisão geral, porque já faz muito tempo que não faço os exames de rotina”, disse ao chegar, na manhã deste sábado (27), na Policlínica do Embaré, uma das nove unidades básicas de saúde da Prefeitura a participar do Dia D da Campanha Novembro Azul.  No total, 2.172 procedimentos foram realizados em centenas de pessoas que compareceram à rede, em um plantão especial das 9h às 15h30.

Voltadas a ações de check-up e promoção da saúde de todas as pessoas com próstata (homens, mulheres trans e travestis), as policlínicas mobilizaram seus profissionais para a realização de palestras - inclusive com parceiros -, prescrição de exames laboratoriais, entre eles o que identifica o índice do PSA (Antígeno Prostático Específico), capaz de identificar o câncer de próstata em pacientes sem sintomas, quando as chances de cura superam os 90%.

Neste sábado foram realizados 222 atendimentos para coleta para PSA e outros exames laboratoriais, 288 de aferição de pressão arterial, 389 de aferição de glicemia, 210 de coleta para tuberculose e 236 testes rápidos HIV, Sífilis e Hepatice C, entre outras ações, como avaliações odontológicas; consultas médica e de enfermagem, e rodas de conversa.

Marciano Pereira, auxiliar de serviços gerais, 34 anos, disse estar consciente da necessidade de cuidar de sua saúde. Ele esteve na policlínica para uma consulta odontológica pré-agendada e aproveitou a oportunidade oferecida pelo Dia D. “Não é apenas quando se está doente que se deve procurar o médico”, afirmou, lembrando que muitas vezes o machismo impede o homem de cumprir uma rotina de exames.

“Melhor prevenir do que ficar se lastimando depois que a doença se instalou”, frisou Marciano, comentando sobre sua responsabilidade com a esposa e, sobretudo, com a filha de três anos.

Ele foi atendido também pelo secretário de Saúde Adriano Catapreta, que visitou a rede para acompanhar o movimento de público e conversar com as equipes. “Neste sábado, estamos fazendo o que é a rotina de todos os dias nas policlínicas, ou seja, oferecer à população o direito à prevenção. ”

CONSCIENTIZAÇÃO

A campanha de prevenção do câncer de próstata, intensificada em novembro, inclusive com o Dia D, é importante, conforme explica o secretário, para conscientizar a comunidade. “Os exames estão disponíveis o ano todo, portanto, as pessoas que possuem próstata não têm motivos para se descuidar da saúde”.

Ele reconhece que as campanhas têm também por objetivo vencer os tabus que cercam os exames para detecção do câncer de próstata. “Muito mais importante é a saúde das pessoas”, frisou.

A professora Ana Cláudia Pontes, da Universidade São Judas/Unimonte, ficou à disposição do público para conversas, inclusive individuais, sobre a importância dos cuidados para evitar o câncer de próstata e ter uma vida mais saudável. Um vídeo contribuiu para essa reflexão. “O filme estimula os indivíduos a pensar em que tipo de pessoa querem ser, em relação a sua saúde. ”

Também participaram do Dia D, as policlínicas Aparecida, Vila Mathias, Martins Fontes, Bom Retiro, São Manoel, Marapé e Morro José Menino, além da tenda na Praça Guadalajara, no Morro da Nova Cintra. 

Galeria de Imagens

Fotos: Marcelo Martins / PMS