Conteúdo

Definidos locais para abrigar as futuras bancas turísticas

18 de outubro de 2018
15h 37

Já foram definidos os 58 pontos do projeto que cria Postos Voluntários de Informação Turística em bancas de jornais e revistas em Santos.

As bancas localizadas em até 200 metros de distância destes locais, que constam em decreto no Diário Oficial de terça-feira poderão se candidatar a receber o projeto. Objetivo é que estes estabelecimentos passem divulgar serviços turísticos, culturais e de cidadania oferecidos no Município.

Na segunda-feira (22), representantes da Ouvidoria e das secretarias de Turismo, Comunicação e Desenvolvimento Social vão se reunir para definir detalhes do edital de chamamento, que deve ser publicado em novembro, para adesão dos comerciantes interessados.

MATERIAIS INFORMATIVOS

Locais que aderirem à iniciativa, batizada de Banca de Apoio ao Turismo, Ouvidoria e Cidadania (Batoc), vão receber diversos materiais informativos como guias e mapas turísticos, folders dos principais programas e projetos da Cidade, além de poderem comercializar ingressos de cinema e teatro, por exemplo.

Os locais também receberão material de identidade visual. O ouvidor municipal, Rivaldo Santos, explica que a regulamentação da lei traz uma importante transformação na atuação das bancas no Município. “Com a instalação da Batoc, esses comércios terão seus serviços potencializados, pois vão prestar inúmeros serviços de cidadania”.

REFERÊNCIA

Rivaldo destaca que os estabelecimentos passarão a ser um ponto de referência para o cidadão, servindo também como mais um canal da Ouvidoria Municipal. “Quem tiver alguma dúvida, sugestão, ou até reclamação, poderá se dirigir a uma banca de jornal e solicitar uma ficha da ouvidoria para registrar sua ocorrência”.

Para realizar o atendimento, os proprietários passarão por uma série de cursos e oficinas oferecidos pela Secretaria de Turismo. Outro benefício é que os comerciantes que aceitarem essa mudança, poderão usar até 40% do espaço da banca para comercializar produtos de conveniência.

Além disso, será oferecida a isenção da Taxa de Licença por até oito anos (renovação anual). A expectativa é de que o projeto já esteja em execução até o fim do ano. “Queremos que tudo esteja funcionando até as próximas férias de verão”.

Tayane Coutinho, permissionária de uma banca no Centro de Santos, está ansiosa para que a iniciativa esteja funcionando. “Acho que essa transformação vai ser muito boa para nós, pois vai atrair mais pessoas e seremos capacitados para atender melhor os munícipes e os turistas”.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.