Conteúdo

Defesa Civil reforça monitoramento em pontos de risco em Santos. Chuva deve perder força

27 de junho de 2020
12h 26

A frente fria que chegou à região e ocasionou fortes ventos na madrugada deste sábado (27) mobilizou reforço nas equipes da Defesa Civil de Santos. O objetivo é monitorar os pontos vulneráveis e orientar os moradores sobre como agir ao perceberem sinais de risco.

Ao todo, são oito profissionais distribuídos desde o amanhecer, em locais com potencial risco, nos 17 morros de Santos. Habitualmente a equipe é composta por três profissionais.
Caso os ventos e chuva se intensifiquem, haverá convocação de mais profissionais. A equipe reforçada prossegue atuando até a situação meteorológica se normalizar.  

FRENTE FRIA

Segundo a previsão, o tempo deverá seguir nublado. A chuva perde força e pode prosseguir até domingo (28), com intensidade fraca a moderada.

O acumulado de chuva das últimas 72 horas em Santos é de 117,4 mm, volume que enquadra os morros em estado de Atenção.

As rajadas de vento foram de 65 km/h nas primeiras horas da manhã deste sábado (27). A maré chegou a 1,49 m, com ondas de 1,64 m.

COMUNICAÇÃO

Caso um dos sinais de perigo seja notado pelo morador (veja abaixo), a família deve deixar o imóvel imediatamente e acionar a Defesa Civil pelo telefone 199. Para receber alertas por celular, é preciso enviar o CEP por SMS para o número 40199.

PRIMEIROS SINAIS DE RISCO

  • No solo: trincas no terreno, degraus de abatimento ou rachaduras
  • Em casa: trincas novas no piso ou nas paredes, ou muros estufados
  • Inclinação de árvores, postes ou muros
  • Valas e surgimento d'água com coloração mais barrenta que o normal
  • Estalos ou aumento das trincas em blocos ou paredões rochosos

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.