Conteúdo

Curso no Orquidário de Santos ajuda a desenvolver o bem-estar 

15 de julho de 2019
15h 23

O prazer proporciona bem-estar, revigora, restaura e fortalece. E ele pode estar em atividades simples do cotidiano ou em ações planejadas. Esses são os conceitos que a professora Elizabete Pazeto leva ao curso de férias Humanos em Construção – arte, vida e felicidade, que está sendo realizado durante este mês de julho no Orquidário de Santos (José Menino).

Divididas em cinco dias de aulas, as atividades começaram  nesta segunda-feira (15), com carga horária total de 15 horas. Segundo Elizabete, o curso, que começou a ministrar este ano em escolas de São Paulo, tem como base o livro Flow (fluxo, em português), do professor e psicólogo húngaro Mihaly Csiksentmihalyi.

‘’Quando você faz o que gosta, aumenta a sensação de bem-estar. A obra de Mihaly Csiksentmihalyi serviu de estudo para vários teóricos e ensina os passos para você chegar a esse estágio de bem-estar’’, explica Elizabete.

O psicólogo, com doutorado na Universidade de Chicago (EUA), é considerado um líder mundial em pesquisas sobre psicologia positiva e motivação. Em seu livro, ele fala sobre o estado de fluidez, que surge, por exemplo, quando uma pessoa se encontra completamente envolvida em uma atividade e suas ações e pensamentos fluem de tal forma que nada mais importa.



HISTÓRIAS

 

No início das atividades, a professora conversa com os alunos para conhecer melhor os objetivos de cada um. Elizabete destaca o quanto é importante ouvir as histórias dos participantes. ‘’Meu objetivo é plantar uma sementinha. Aqui no curso, eu falo e escuto. É dessa forma que consigo entender o que provoca o fluxo de cada um’’.

A professora mostra, durante as aulas, que lidar com arte pode ser um caminho para o estágio da felicidade. Em uma das atividades, aplica o conceito de upcycling, que significa a reutilização criativa de vários materiais, para ensinar a fazer vasos e abajures. O trabalho manual, segundo ela, pode despertar a sensação de bem-estar.

E como chegar a esse estágio com a vida corrida do cotidiano? Segundo Elizabete, a resposta pode estar em situações das mais adversas: até mesmo durante o trabalho estressante, nas tarefas domésticas ou num ato de ajuda ao próximo.

‘’Cada um tem uma forma de desenvolver um estado de consciência que leve à felicidade. Muitas aqui na aula já podem ter alcançado, mas não sabem’’.

 

BUSCANDO CAMINHOS

 

A professora aposentada Lourdes Rodrigues, 68 anos, é uma das alunas do curso. Ela pratica meditação no Orquidário de Santos e se interessou pelas aulas. ‘’Estou em busca do caminho para o bem-estar. Acho que a gente tem muito que ensinar e aprender e o curso está sendo prazeroso’’.

A aluna, que tem vontade de voltar a lecionar, de forma voluntária, diz que vive um cotidiano de descobertas e analisa o que pode lhe proporcionar felicidade. Além de meditar e ter prazer em cozinhar, não abre mão de novas experiências. ‘’’Faço todos os cursos que aparecem e procuro ajudar as pessoas com uma palavra de carinho’’.

Quem estiver interessado em participar do curso, ainda pode se inscrever. As atividades voltam a ser realizadas nesta quarta-feira (17), das 9h às 12h, e nos próximos dias 22, 24 e 25 de julho, no mesmo horário. A inscrição é um pacote de leite em pó de 400 gramas, que será doado ao Fundo Social de Solidariedade (FSS).

 

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.