Conteúdo

Curso de gestão negócios em Santos auxilia empreendedores em difusão da cultura africana

27 de janeiro de 2020
16h 46

Teve início nesta segunda-feira (27) o curso Afroempreendedor, promovido pelo Sebrae-SP em parceria com a Prefeitura. As atividades seguem até quinta-feira (30), com carga horária de 16 horas e foco no microempreendedor individual (MEI). Os alunos são especializados em cultura africana, em áreas como artesanato, culinária, moda e beleza.

As aulas são baseadas numa “trilha da gestão”, informa Ana Maria Monteiro, analista de negócios do Sebrae-SP. “No primeiro dia, falamos sobre empreendedorismo. No segundo, sobre preço de venda. No terceiro, tratamos de fluxo de caixa. E, no último dia, o conteúdo é direcionado ao marketing digital”.

“Nosso objetivo é proporcionar uma formação mais técnica para que essas pessoas possam se firmar na atividade empresarial”, complementa Ronaldo Ferreira, chefe do Departamento de Empreendedorismo e Emprego (Dempre) da Secretaria Municipal de Assuntos Portuários, Indústria e Comércio (Sapic) e um dos organizadores do curso.

 

PARTICIPANTE

Criadora de um coletivo relacionado à cultura africana, a artesã Luciana da Cruz identificou a necessidade de conhecimentos mais aprofundados na área de negócios. “Eu e meus colegas trabalhamos em uma feirinha. Nós conversamos muito e percebemos essa dificuldade do afroempreendedor em se colocar no mercado. Aqui temos um olhar mais dedicado a essa causa”.

Para ela, trabalhar com cultura afro-brasileira “é uma missão”. “Queremos fortalecer essa rede para estarmos no mundo dos negócios com todo mundo. Estamos buscando aqui o caminho das pedras”.

 

APOIO

Realizado na sede do Sebrae, na Encruzilhada, o curso teve inscrições gratuitas. Também colaboraram com a iniciativa o Conselho Municipal da Comunidade Negra e a Coordenadoria de Promoção de Igualdade Racial e Étnica (Copire), da Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds).