Conteúdo

Covid-19: sobe para 12 o número de mortos entre moradores de Santos

10 de abril de 2020
18h 42

Santos contabiliza nesta sexta (10), 12 óbitos de moradores que tiveram resultados positivos para covid-19. A Seção de Vigilância Epidemiológica (Seviep) do Município recebeu duas notificações da doença em munícipes que faleceram. Um deles é de homem, de 74 anos, que estava internado em hospital particular e morreu na madrugada desta sexta (10); o outro é mulher, de 89 anos, que deu entrada em unidade de pronto atendimento (UPA) da Cidade, no dia 6 de abril, e morreu no mesmo dia.

Os outros 10 resultados positivos de coronavírus em munícipes que faleceram são de quatro mulheres (69, 73, 92 e 95 anos) e de seis homens (59, 74, 75, 79, 84 e 89 anos). Agora, 22 óbitos de residentes seguem em investigação. 


Nesta sexta (10), também foram confirmados mais 23 casos da doença em moradores da Cidade, totalizado, assim, 192 – aumento de 13% em 24 horas. Até quinta (9), havia 169 confirmações. 


PORTO

A Anvisa, órgão federal responsável pelo controle sanitário no Porto de Santos (área da União), autorizou o desembarque de 240 tripulantes do navio Costa Fascinosa para que possam retornar ao país de origem (Filipinas). O desembarque ocorrerá neste sábado (11), a partir das 9h. 
Cada um dos tripulantes passará por avaliações clínicas e será submetido a teste rápido para a detecção do covid-19. A operação será monitorada pela Anvisa. Os testes foram adquiridos pela empresa responsável pelo navio, que conta com uma equipe médica a bordo de quatro enfermeiros e dois médicos. Somente os tripulantes sem sintomas e com resultado negativo para covid-19 serão autorizados a desembarcar. 


Mesmos assim, todos deverão usar máscara de proteção, já que estão saindo de um navio que possui suspeitos a bordo. O retorno para as Filipinas será em voo fretado pela empresa responsável pelo navio e está agendado para a noite de sábado (11). O transporte até o aeroporto também será em ônibus fretados pela empresa. 


Segundo a Anvisa, a análise epidemiológica e as medidas de isolamento a bordo mostram que é mais seguro retirar da embarcação as pessoas saudáveis. Com isso, será possível reduzir as possibilidades de transmissão a bordo do navio e levar de volta os tripulantes para o país de origem. 


A medida está em acordo com a decisão liminar da Justiça Federal, obtida pela Prefeitura de Santos para evitar um possível colapso da saúde local, caso avancem os casos de covid-19 na embarcação. Dez tripulantes precisaram ser removidos para atendimento de urgência e estão internados em hospital filantrópico da Cidade (atendimento privado) – sete deles tiveram resultados positivos para a doença e três aguardam análises laboratoriais. O navio Costa Fascinosa está em quarentena desde o dia 19 de março.

De acordo com a Anvisa, há 37 casos suspeitos de covid-19 entre os 679 tripulantes. Se todos os 240 tripulantes filipinos puderem desembarcar, ainda ficarão a bordo do navio 439 pessoas.

 

EVOLUÇÃO DOS NÚMEROS EM SANTOS

  • Casos confirmados: 192
  • Casos suspeitos: 462 
  • Total de pacientes internados: 115 (32 em UTIs)
  • Pacientes com alta hospitalar: 58
  • Casos descartados: 158 (até 10/04) 
  • Óbitos confirmados: 12 (22 em investigação)
     

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.