Conteúdo

Convênio dará início a Observatório da Economia Criativa

11 de setembro de 2019
16h 13

Com o propósito de gerar índices a respeito do crescimento do setor da economia criativa em Santos, o Escritório de Inovação Econômica da Prefeitura e a Esamc Santos assinam nesta sexta-feira (13), às 17h, na sede do centro de ensino superior (Rua Dr. Egídio Martins, 181, Ponta da Praia), protocolo de intenções visando a criação do Observatório da Economia Criativa.

A iniciativa, com vigência de um ano, une a Prefeitura e a faculdade, por meio de seu curso de Economia, com foco na análise do impacto que os negócios criativos têm gerado sobre o PIB da Cidade. O objetivo é criar uma base de dados que oriente a formulação de políticas públicas para o setor, contribuindo para a formação e o aperfeiçoamento de empresas e empreendedores atuantes nesse segmento.

A parceria não envolve a transferência de recursos orçamentários entre as partes, objetivando exclusivamente o intercâmbio de informações entre o município e a Esamc, referentes às atividades econômicas que compõem a cadeia produtiva criativa, além de apoio institucional para o desenvolvimento do estudo.

Segundo o mais recente Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil, publicado no último mês de fevereiro pela Firjan Senai, referente ao ano de 2017, o PIB criativo representou 2,61% de toda a riqueza gerada em território brasileiro, totalizando R$ 171,5 bilhões, com 837,2 mil profissionais formalmente empregados.

De acordo com definição do Sebrae, entende-se por economia criativa o conjunto de negócios baseados no capital intelectual e cultural e na criatividade que gera valor econômico. A indústria criativa estimula a geração de renda, cria empregos e produz receitas de exportação, enquanto promove a diversidade cultural e o desenvolvimento humano.