Conteúdo

Contação de histórias é atração em encerramento de feira literária em Santos

6 de novembro de 2019
16h 51
contadora está em pé falando a alunos sentados #pracegover

Um pescador que resolve pescar uma sereia. Com este 'gancho', a contadora de histórias Camila Genaro conseguiu interagir com cerca de 600 alunos do programa Escola Total/Jornada Ampliada, nesta quarta-feira (6), no Cais Milton Teixeira, durante encerramento da VI Feira Literária, promovida pela Fundação Bunge.

Com muita música e encenação, Camila abordou a cultura indígena, tema desenvolvido este ano nas 14 unidades do Comunidade Educativa, grupo de voluntários da empresa, atuantes em dez estados do país.

O evento foi uma forma lúdica de finalizar o trabalho realizado com as crianças, por três contadoras de histórias, ao longo do ano, na Sala de Leitura Tatiana Belinky que, em 2019, ganhou 20 livros sobre a temática. O espaço foi criado em novembro de 2013. “A contação de histórias incentiva a gostar mais de ler e ajuda em língua portuguesa”, disse Lucas Santos, 10, da escola 28 de Fevereiro. Já a estudante da unidade Gota de Leite, Manuella Fernanda Sachet, 11, que curte todos os gêneros literários, afirmou que melhorou sua escrita e criatividade com as ações realizadas na sala de leitura. “Também estou adorando este evento.”

O núcleo Milton Teixeira atende alunos, no turno inverso ao regular, das escolas 28 de Fevereiro, Martins Fontes, Gota de Leite, José da Costa e Silva Sobrinho, Dino Bueno, Florestan Fernandes, Irmão José Genésio, Edmea Ladevig e Oswaldo Justo.

Foto: Marcelo Martins

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.