Conteúdo

Conferência das Cidades Criativas da Unesco é adiada para o segundo semestre em Santos

7 de maio de 2020
17h 41

Em virtude do avanço da pandemia do novo coronavírus no Brasil, a 14ª Conferência Anual de Cidades Criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), prevista para ocorrer entre 13 e 17 de julho em Santos, foi adiada para o segundo semestre deste ano, em data a ser definida.

O evento, que aborda o tema ‘Criatividade, Caminho para a Igualdade’, a ser realizado pela primeira vez na América Latina, reunirá 246 cidades consideradas criativas pela entidade em todo o mundo. O anúncio do adiamento foi divulgado nesta quinta-feira (7), por meio de vídeo reunindo o diretor-geral adjunto de Cultura da Unesco, o chileno Ernesto Ottone Ramirez, e o prefeito Paulo Alexandre Barbosa.

“Vimos a obrigação, em conjunto com a municipalidade de Santos, de tomar a decisão de postergar a reunião. Diante do que estamos vivendo, não há outro caminho a não ser estarmos juntos, nos apoiando uns aos outros de maneira solidária, e compartilhando as respostas e as soluções para o que estamos vivendo atualmente”, disse Ottone.

O prefeito destacou a importância da realização da conferência no segundo semestre. “Será um momento em que poderemos discutir como a cultura e a criatividade são relevantes na busca de soluções para os problemas que a humanidade vive. A cidade de Santos segue forte em sua parceria com a Unesco para que possamos sediar uma conferência diferenciada após esse momento muito difícil da nossa história. Será o momento de nos reencontrarmos, do contato próximo, do olho no olho para que possamos discutir ideias e propostas para vivermos em mundo cada vez melhor”.

CADEIA PRODUTIVA

O secretário Municipal de Governo, Rogério Santos, também comentou o adiamento. “A cadeia produtiva da economia criativa cresceu nesse período de isolamento. Áreas como o e-commerce, desenvolvimento de equipamentos para a saúde e de tecnologia para trabalho à distância foram estimuladas. A criação de máscaras de proteção customizadas também foi um sinal desse crescimento criativo. A realização da conferência no segundo semestre será fundamental para a troca de experiências entre cidades do mundo inteiro sobre as soluções que encontraram para superar as dificuldades, apontando os novos caminhos da economia, da produção e do consumo. O evento também representa a retomada do turismo de negócios, tão importante para Santos”.