Conteúdo

Comunidade de Santos participa de treinamento para uso correto do botijão de gás

10 de agosto de 2019
13h 55

Mais de 200 pessoas compareceram neste sábado (10) ao auditório da escola municipal Auxiliadora da Instrução, no Macuco, para treinamento voltado a uso e armazenamento corretos do gás de cozinha, um dos principais causadores de acidentes domésticos.

O encontro foi promovido pelo Corpo de Bombeiros, com presença de agentes da Defesa Civil, da Polícia Militar e da Fundação de Apoio ao Corpo de Bombeiros (Fundabom). A iniciativa integra a campanha Chama Segura.

Depois de explicar o que é o GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), como instalar e armazenar o botijão, o que fazer no caso de vazamentos e os cuidados necessários no dia a dia, o sargento Carlos Eduardo Teixeira fez apresentação simulando vazamento, explosão e surgimento de fogo. “Chegou em casa, sentiu cheiro de gás, não acende a luz e nenhum equipamento elétrico”, alertou.

Teixeira destacou a importância de verificar o vencimento de mangueiras e reguladores de pressão do gás a cada trocar de botijão. Na oportunidade, a população levou os equipamentos de casa para substituir por kits novos, ofertados pela Liquigás. “A validade está especificada nas próprias peças”, lembrou Teixeira.

Apesar de já ter estudado prevenção de acidentes, Jair Clemente, 71 anos, fez questão de comparecer. “É sempre bom saber mais um pouco”. Cleide Melício, 49, também fez curso de primeiros socorros e quis participar. Ela considerou a ação interessante porque muitos desconhecem as instruções ensinadas. É o caso de Letícia Macedo, 33, que pela primeira vez passa por treinamento.

“Teve um caso recente no bairro, com morte de uma criança. Aprendi bastante, como, por exemplo, que não podemos deitar o botijão no chão”.


Confira algumas recomendações:

  • Colocar fogão em local de pouca ventilação para evitar que a chama se apague. Já o botijão deve ficar em lugar bem ventilado
  • Nunca colocar botijão próximo a tomadas, interruptores e instalações elétricas, bem como de ralos ou grelhas de escoamento. Devem ficar a 1,5 metro de distância
  • Não deixar a mangueira atrás do fogão, pois quando o forno é ligado provoca aquecimento do acessório
  • Em caso de vazamento, afastar-se do local e acionar imediatamente o Corpo de Bombeiros pelo 193
  • Se possível, fechar o registro de gás do regulador de pressão e desligar a chave geral de eletricidade (se estiver fora da residência, longe do vazamento)

 

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.