Conteúdo

Complexo hospitalar em Santos receberá R$ 216 milhões em quatro anos

27 de janeiro de 2020
17h 26

O Complexo Hospitalar dos Estivadores (Encruzilhada) vai receber, até 2023, R$ 4,5 milhões por mês, totalizando R$ 216 milhões no período de quatro anos.

 

O convênio para o repasse foi assinado pelo governador João Dória nesta segunda-feira (27), em visita à Santos. “Este é o maior investimento já feito pelo Governo do Estado no Município”, disse o governador.

 

O hospital é mantido em gestão compartilhada entre a Prefeitura e o Instituto Social Hospital Alemão Oswaldo Cruz, dotado de 151 leitos. O custo estimado atual é de R$ 7,5 milhões/mês, sendo 60% de recursos estaduais e o restante repassado pelo Município (R$ 1,9 milhões/mês) e governo federal (R$ 1,1 milhão/mês). 

 

De fevereiro de 2017 a dezembro de 2019, realizou 6.617 partos, 33.510 atendimentos obstétricos e 48.205 exames, além das internações de UTI adulto, UTI neonatal, clínica média e cirúrgica. É responsável pelo atendimento de pacientes de Santos e demais cidades – sendo 40% das vagas cedidas via sistema estadual CROSS.

     

TOMOGRAFIA

A partir desta segunda (27), entrou em operação no Estivadores o aparelho de tomografia computadorizada (TC) para atender os pacientes internados nas UPAs, prontos-socorros e hospitais públicos da Baixada Santista. O investimento estadual para a compra do equipamento foi de R$ 830 mil e de R$ 150 mil na reforma da sala, totalizando R$ 980 mil.

“Este é o primeiro tomógrafo de propriedade do Município com gestão direta da Secretaria de Saúde e será muito importante para a rede de urgência e emergência regional”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Fábio Ferraz. O aparelho tem capacidade para até 300 exames por mês.

      

APROVAÇÃO 

O secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann Ferreira, visitou, no período da tarde, a sala de tomografia e outros setores do Estivadores, acompanhado de gestores da Saúde do Município e do Estado. “O hospital está muito bem, com uma estrutura extremamente profissional e equipamentos e procedimentos de primeiro mundo. Os resultados tendem apenas a melhorar”, destacou Germann Ferreira.

Leia também:

Moradores da Zona Noroeste ganham policlínica mais ampla e com novos serviços

 

 

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.