Conteúdo

Chuvas em Santos já ultrapassam em 75% a média do mês de fevereiro

10 de fevereiro de 2020
19h 28

Equipes da Prefeitura de Santos atuam desde sábado (8) em locais afetados pelas chuvas, cujo acumulado das últimas 72 horas (registrado até 18h desta segunda, 10) na Cidade é de 175,2mm. Até o momento, o mês de fevereiro registrou 511,9 mm, índice que ultrapassa 75% da média para o período, já que a média dos últimos 25 anos para o mês de fevereiro é de  291,2 mm.

Nestes três dias, mais de 40 ocorrências foram registradas. No sábado (8) e no domingo (9), foram avaliados riscos em estruturas e terrenos da Caneleira, além de quedas de árvore nos bairros Estuário, Encruzilhada, Embaré e Morro da Nova Cintra.

Nesta segunda-feira (10), houve atendimentos referentes a deslizamentos de terra no Centro e no Morro da Penha. Também no Morro da Penha houve um escorregamento de terra, com necessidade de interdição de cinco moradias. Quatro famílias foram para casas de parentes e uma para o abrigo da Prefeitura. No Bom Retiro, foi necessária avaliação de uma estrutura. Árvores caíram em ruas do Marapé e dos morros da Nova Cintra e São Bento.

TRÂNSITO

De acordo com a CET, neste momento, a avenida Nossa Senhora de Fátima, nos dois sentidos, apesar de ainda alagada, está liberada para o tráfego. A avenida Martins Fontes está fluindo. Em operação as pistas 1, 2 e 3.

 

A Secretaria de Serviços Públicos (Seserp) atuou emergencialmente em 12 ocorrências de queda de árvores nesta segunda-feira (10), promovendo cortes e remoção de galhos e tocos para desobstrução de vias em diferentes bairros. Os trabalhos mais urgentes foram realizados na Caneleira e nos morros São Roque e São Bento.

Desde o  período da manhã, 20 funcionários da Prodesan e 78 da Terracom (concessionária de limpeza urbana do Município) desobstruíram dez poços de visita, 14 bocas de lobo e 40 galerias para  agilizar a vazão das águas da chuva. Oito caminhões foram utilizados nestes trabalhos.

 

REGISTROS DE OCORRÊNCIA

  • Quedas de árvores
  • Rua Martin Francisco/ Encruzilhada
  • Rua Bezerra de Menezes/ Estuário
  • Rua José André do Sacramento/ Estuário
  • Praça Cel. Fernando Prestes/ Embaré
  • Avenida Antônio Manoel de Carvalho/ Morro Nova Cintra
  • Rua Antônio Bento Amorim/ Marapé
  • Rua Torquato Dias/ Morro Nova Cintra
  • Rua Nilo Peçanha/ Marapé
  • Rua Santo Amaro/ Morro São Bento
  • Benedito Ernesto Guimaraes/ Marapé
  • Rua São Roque/ Morro São Bento
  • Av. Pinheiro Machado, 48/ Vila Mathias
  • Dom Duarte Leopoldo e Silva/ Marapé
  • Rua Santo Américo/ Vila Lindóia / Morro São Bento

 

Quedas de galhos

  • Rua Ana Nery/ Marapé
  • Praça da República/ Centro
  • Rua Alexandre Martins/ Aparecida

 

Deslizamentos de terra

  • Rua 1/ Morro da Penha
  • Morro da Penha próximo ao Boa Vista
  • Avenida Martins Fontes/ Centro
  • Vila Pedreira/ Monte Serrat
  • Monte Serrat próximo ao nicho 10
  • Rua Emília Maria Reis/ Nova Cintra
  • Visconde do Embaré/ Valongo
  • Rua 1/ Vila Israel/ Morro Santa Maria
  • Rua São Silvestre morro São Bento
  • Santo Antonio do Valongo/ Morro São Bento
  • Nossa Senhora de Lourdes/ Morro Fontana
  • Rua São Roque/ Vila Lindóia
  • Rua Pedro Borges Gonçalves/ Morro José Menino
  • 1 avaliação de risco estrutural no Caminho Particular São Jorge/ Caneleira
  • 1 Avaliação de risco geológico na Avenida Prefeito José Gomes/ Caneleira
  • 1 avaliação estrutural na Rua Arquiteto Lucio Costa/ Bom Retiro
  • 1 avaliação risco - caminho particular São Jorge - Caneleira
  • 1 avaliação de encosta - avenida Prefeito José Gomes – Caneleira

 

Queda de barraco

  • Rua 1 - morro da Boa Vista
  • 1 vazamento de gás perto da praça do pedágio na Piaçaguera – rodovia Cônego Domênico Rangoni
  • 1 vistoria estrutural – Rua Gal. Câmara com Itororó
  • 1 avaliação de risco - Demerval de Almeida/ Morro Jabaquara
  • 1 avaliação de risco encosta - Estrada São João Batista/ Morro da Penha
  • 1 vistoria estrutural – Rua Alberto Veiga/ Marapé