Conteúdo

Centro Público de Emprego disponibilizará currículos de formandos do Estação Bistrô

23 de fevereiro de 2021
14h 02

O Centro Público de Emprego disponibilizará, nos próximos dias, o currículo dos 15 alunos formados na 13ª turma do curso de Alimentos & Bebidas do restaurante-escola Estação Bistrô e dos dois que concluíram a 8ª edição do curso de Agente de Turismo e Barista.

Os currículos serão encaminhados a empresas que anunciam vaga no Centro Público. O compromisso foi assumido pela secretária de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo (Seectur), Selley Storino, que, na noite de segunda (22), no auditório do Museu Pelé, presidiu a solenidade de formatura dos 17 jovens.

A cerimônia, adiada de março do ano passado em função da pandemia, foi realizada seguindo os protocolos de prevenção à covid-19, com a presença apenas dos alunos e algumas autoridades.

O projeto já formou 321 jovens em risco social, 38% dos quais integrados ao mercado de trabalho antes mesmo de concluído o curso.

OPORTUNIDADES

“Vamos colaborar para que vocês ingressem no mercado de trabalho”, frisou a secretária, lembrando comentários de Montanaro, ex-jogador da Seleção Brasileira de Vôlei Masculino, sobre o que muitos consideram sorte de pessoas bem-sucedidas. “Mas ninguém viu o que essa pessoa fez e como se dedicou para alcançar esse resultado. Não foi sorte. Ela se preparou e, quando a oportunidade chegou, já estava preparada. Selley Storino lembrou ainda do carinho da Seectur e da Prefeitura pelo projeto do restaurante-escola, há nove anos desenvolvido em parceria com a Universidade Católica de Santos. “Acreditamos no benefício para a população de parcerias entre o poder público, universidades e empresas”, prosseguiu, elogiando o esforço e empenho dos jovens em mudar seu destino.

A coordenadora de Equipamentos de Desenvolvimento Social Débora Marques, da Sedes (Secretaria de Desenvolvimento Social), incentivou os formandos a continuar se qualificando. “Hoje é um marco para o caminho que vocês escolheram. Estudem sempre para se aprimorar”.

Destacando o valor e talentosdas pessoas, o reitor da Universidade Católica Marcos Medina Leite quebrou o protocolo e quis saber de cada formando sua experiência no curso, com duração de sete meses. Todos foram unânimes em afirmar que o programa mudou suas perspectivas de vida, oferecendo oportunidades que não haviam sequer cogitado.

NOVA CARREIRA

Que o diga Bruno da Silva Souza, 20 anos, morador da Aparecida, há dois meses contratado pela Padaria Vitória, na Avenida Epitácio Pessoa. Antes de ingressar no restaurante-escola, ele não gostava de gastronomia e nunca havia mexido em panelas. “Depois de atuar em vários setores, me identifiquei com a cozinha quente. Um dia, o chef Júnior me chamou e me apresentou a um cliente, que estava em busca de um funcionário para sua panificadora. E logo fui contratado e registrado.” Bruno, que jogava nas categorias de base do Santos FC, havia visto sua vida virar de cabeça para baixo ao apresentar um problema no joelho. “Não pude mais jogar e resolvi apostar em uma coisa diferente. Fiz o curso e agora quero cursar gastronomia para me aperfeiçoar cada vez mais. Para mim, nada do que eu aprendi no restaurante-escola foi em vão.”

Beatriz Aparecida de Souza Rodrigues também nunca se imaginou trabalhando em gastronomia. “Isso nunca tinha passado pela minha cabeça, mas agora quero me especializar”, afirmou.

Géssica Bezerra da Costa foi enfática: “O curso mudou minha vida”. A cerimônia foi encerrada com um vídeo de flagrantes do curso e mensagem de incentivo gravado por Kellyn Cugler, aluna da primeira turma do restaurante-escola e hoje cozinheira-instrutora do Estação Bistrô.

Fotos: Anderson Bianchi 

Galeria de Imagens

autoridades discursam na cerimônia #paratodosverem
formanda discursa #paratodosverem
formanda recebe trofeu #paratodosverem
formando recebe certificado #paratodosverem