Conteúdo

Campanha em Santos visa encorajar mulheres vítimas de violência doméstica

26 de maio de 2020
17h 48

Dezenove mulheres de diversas áreas de atuação na Cidade, representando os mais distintos públicos, transmitem mensagens de encorajamento e apoio às vítimas de violência doméstica ou testemunhas de agressão. Em silêncio, ecoam informações importantes, alertando como buscar ajuda nesse período de isolamento domiciliar em razão do coronavírus. Essa é a campanha realizada pela Prefeitura de Santos, em vídeo de 3 minutos que circula nos diferentes canais de comunicação da Administração Municipal (confira o vídeo abaixo).

Produzido pela Secretaria de Comunicação e Relações Institucionais, em parceria com a Pasta de Desenvolvimento Social (Seds), a campanha foi lançada no último dia 20, no portal e nas redes sociais da Prefeitura - Instagram, Facebook, Youtube e Twitter e já teve 36.900 pessoas alcançadas e 19.284 visualizações só no Instagram e no Facebook.

Com imagens em preto e branco, traz informações úteis escritas em papéis. “O objetivo é divulgar os nossos atendimentos, como os Centros de Referência da Assistência Social (Creas) e a Delegacia da Mulher, para que essas mulheres procurem ajuda. Tivemos queda das denúncias e da procura por nossos serviços, então, nos preocupamos se realmente as ocorrências diminuíram ou se diminuíram as denúncias”, afirmou Diná Ferreira Oliveira, titular da Coordenadoria de Políticas para Mulher, da Seds.

ONDE BUSCAR AJUDA OU DENUNCIAR

Vítimas de agressão podem entrar em contato, de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h, com os Creas (3223-4079 e 3216-1213). A Delegacia da Mulher (Rua Assis Correia, 50, Gonzaga) funciona normalmente, durante 24 horas, ou pelos telefones 3235-4808 e 3223-9670. Outra opção é o 7º Distrito Policial, pelo telefone 3289-4909 ou pelo plantão 3284-3089.

Há também a opção do telefone 180 (Central de Atendimento à Mulher). Quem ouvir sons de briga ou precisar de ajuda em alguma situação de violência doméstica, também pode acionar o 190 (Polícia Militar).

Para facilitar o registro de casos em meio às restrições de circulação por conta do coronavírus, o Governo do Estado liberou as notificações pela internet de crimes como a violência doméstica. O registro deve ser feito na página da Delegacia Eletrônica da Polícia Civil do Estado de São Paulo. Os casos serão avaliados pela Central Eletrônica de Polícia Judiciária da área do fato.

 

 

Galeria de Imagens

Trecho do vídeo tem várias mulheres com cartazes #paratodosverem

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.