Conteúdo

Bailarinos da Companhia Santista de Dança Secult voltam ao Brasil após premiação na Holanda

3 de abril de 2019
16h 37

Em clima de muita emoção, os 15 bailarinos da Companhia Santista de Dança Secult reencontraram seus familiares, na manhã desta quarta-feira (3), na Arena Santos.

“Não estou acostumado a ficar longe dela. Então, quando eu a vi, não deu para segurar a emoção. Ela é tudo pra mim”, definiu o bailarino Jeferson de Souza, enquanto ainda enxugava as lágrimas, ao referir-se à mãe, Mônica Silva de Oliveira Souza.

A mãe do destaque do 4º AmsterDans International Competition - medalha de ouro no solo adulto e que voltou da Holanda com seis convites de bolsas de estudo na Europa e Ásia - não sabia definir o que era maior, a saudade ou orgulho. “Passar estes dias vendo a cama dele vazia doía bastante, mas sabia que ele estava realizando um sonho. Ele lutou muito e fez por merecer cada conquista”.

A mãe de outra medalhista da competição na Holanda, Jacirema Manaina, lembrou de quando levava a filha Bárbara para as aulas na Escola Livre de Dança ainda pequena. “Ela tinha apenas oito anos quando começou o balé. Nunca imaginei que um dia ela chegaria em um nível tão alto”.

“Acho que todos aqui tem na família seus maiores incentivadores. Eles estão sempre com a gente, incentivando e nos dando força. É muito emocionante voltar para casa e dar um abraço na minha mãe”, contou a bailarina Bárbara Manaina, medalha de prata no solo adulto.

Missão cumprida e foco na Itália

Em meio a tantos abraços, lágrimas, sorrisos e o samba da União Imperial, que animou a recepção dos bailarinos, a diretora da Companhia Santista de Dança Secult, Patrícia Ricci, avaliou o saldo da viagem à Europa. “Tudo saiu acima das nossas expectativas. Agora é voltar para os ensaios e focar no festival da Itália, no ano que vem”.

O convite para o grupo participar do festival Livorno in Danza, em fevereiro de 2020, veio depois da conquista do 1º lugar na categoria Conjunto Contemporâneo Adulto, com a coreografia ‘Vozes Caladas’.

Fizeram parte do grupo que venceu o 4º AmsterDans International Competicion os bailarinos Alicia Siqueira, Amanda Ferreira, Anita Siqueira, Beatriz Pontes, Bárbara Manaia, Bruna Gravina, Giovanna Moya, Gyovanna Soares, Izadora Brience, Jeferson Souza, Julia Meneguete, Luana Ricci, Maria Beatriz Fernandes, Thaina Viriato e Victória Oliveira. A comissão técnica foi composta por Patrícia Ricci e Melissa Ricci.

A Companhia Santista de Dança Secult é fruto do trabalho desenvolvido pela Escola Livre de Dança (ELD). Criada em 2008, atualmente a escola atende 300 crianças e jovens gratuitamente, do pré ao 8º ano de balé.

Fotos: Isabela Carrari 

Galeria de Imagens

mães batem palma para dançarinos na chegada #pracegover
bailarina abraça a mãe e mostra medalha #pracegover
grupo de dançarinos e dançarinas posa para a foto #pracegover