Conteúdo

Atendimento no ps é 90% ambulatorial

23 de julho de 2001
0h 00

Com grande demanda de pacientes diariamente (registrando segunda-feira, durante o dia, atendimento a 365 munícipes, e apenas 25 considerados de alguma urgência), o Pronto-Socorro Central continua a ser procurado indevidamente por 90% das pessoas. Na segunda-feira, o expediente ambulatorial, só no período diurno, registrou 340 atendimentos, enquanto que no sábado foram 260 pacientes durante o dia, e 84 à noite. Diante desse quadro, a SMS, voltou a pedir à população que se conscientize da necessidade de procurar as 23 policlínicas, onde dispõe de consulta com data marcada e um melhor atendimento, inclusive com encaminhamento para especialidades. De 16 a 22 de julho, o Pronto-Socorro Central atendeu 2.126 pessoas, enquanto no da Zona Noroeste foram 2.107 e no Pronto- Socorro do Macuco l.343, totalizando, em 7 dias, 6.350 atendimentos, o que dá uma média de quase mil pacientes por dia. Mas pouquíssimos foram os casos de emergência e urgência. Além de Santos sustentar o sistema de Saúde de toda a região, uma vez que possui serviços melhores, o estrangulamento nos Prontos-Socorros acaba acontecendo, em alguns dias, especialmente em finais de semana e nas segundas-feiras, em razão de hábitos errados da população. A segunda-feira é o dia preferido pelos munícipes, inclusive muitos que abusam da bebida no final da semana, para a busca de atestados que abonem faltas no serviço, o que acaba trazendo um congestionamento no equipamento. A vinda de usuários de outros municípios para problemas corriqueiros também é uma constante, quando o correto seria que esses pacientes (especialmente de São Vicente, Cubatão, Praia Grande), procurassem os serviços ambulatoriais de suas cidades.

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.