Conteúdo

Artistas começam a dar oficinas nas escolas para concurso de tirinhas

19 de setembro de 2019
16h 22
Artista está em pé ao fundo segurando conjunto de cartazes com ilustração. Crianças estão sentadas às mesas e prestam atenção. #Pracegover

O Concurso de Tirinhas do Projeto Hora da Cultura entrou em uma nova fase esta semana, com o início das oficinas de desenho dentro das salas de aula. Até o dia 17 outubro, estudantes do 4º ao 9º ano de 21 escolas municipais vão receber dicas de profissionais santistas que trabalham com tirinhas e revistas em quadrinhos.

Na quarta-feira (18), 48 alunos da escola Cidade de Santos (Embaré) receberam dicas de como fazer boas tirinhas com os ilustradores Sergio Ribeiro Lemos (Seri), Alexandre Barbosa (Bar) e Cleyton InLoco. Agora, eles têm até o final de outubro para entregar as tirinhas que vão representar a escola no concurso. 

“Como a tirinha é uma arte em sequência, assim como o cinema, nosso principal objetivo é esclarecer para os estudantes as técnicas básicas para criação das histórias, que normalmente estão divididas em três etapas: introdução, contraponto e conclusão”, explicou Seri, ilustrador que já acumula mais de 40 anos de trajetória profissional.

O contato com os profissionais de HQ agradou e divertiu os alunos, que saíram das oficinas cheios de boas ideias para o concurso. “Quero fazer uma tirinha de terror, que é o tema que eu mais gosto”, contou o estudante Mauro Luis da Costa Pereira, do 6º ano. Já a jovem Maria Clara Vasconcelos Teixeira, do 7º ano, deseja fazer uma tirinha engraçada. “Eu adoro desenhar e hoje aprendi como posso utilizar o humor nos meus desenhos”.      

O concurso

Iniciativa da Secretaria de Cultura (Secult) em parceria com a Secretaria de Educação (Seduc), o Concurso de Tirinhas do Hora da Cultura tem o objetivo de revelar talentos e estimular crianças e jovens a produzir conteúdo de qualidade, de maneira fácil e divertida.

Até o dia 17 de outubro, os estudantes das 21 escolas participantes do concurso vão assistir a oficinas nas salas de aula, ministradas por profissionais que trabalham com HQs. Após os encontros, os estudantes poderão escolher o tema para produzir seus trabalhos, assim como o melhor material para colorir as obras.

Cada classe poderá participar com até cinco produções, que serão  selecionadas pelos professores das unidades. Os vencedores do Concurso de Tirinhas do Hora da Cultura serão conhecidos durante o Santos Criativa Festival Geek, de 14 a 17 de novembro, no Centro Histórico, e vão ganhar produtos e experiências ligadas ao universo das histórias da Turma da Mônica.

 

TODAS AS ARTES

Criado em 2018, o projeto Hora da Cultura atendeu no ano passado 20 mil estudantes, levando para dentro das escolas diversos segmentos artísticos como música, teatro, cinema, circo e literatura.

A iniciativa tem o objetivo de estimular a formação de plateia, oferecendo a estudantes, professores e funcionários das escolas a oportunidade de criar um olhar artístico, identificar suas raízes culturais e ampliar as possibilidades de conviver em uma sociedade de forma mais criativa, generosa e consciente.

Este ano, o projeto ganhou dois novos parceiros: o Instituto Maurício de Sousa e a organização humanitária Aldeias Infantis SOS, que vão distribuir gibis e proporcionar aos estudantes apresentações da Turma da Mônica, visitas monitoradas ao instituto e palestras com roteiristas, cartunistas e editores.

 

Galeria de Imagens

Crianças estão sentadas e fazendo desenhos em papel. #Pracegover

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.