Conteúdo
Notícias

Aprovada em dez universidades internacionais, ex-aluna da rede pública de Santos incentiva jovens

Publicado: 25 de agosto de 2021
9h 58
Atualizado: 25 de agosto de 2021
14h 44
PORTAIS

CORRIDA CONTRA O TEMPO

“Eu quero que vocês tenham resultados melhores do que os meus”. Essa foi o incentivo levado pela jovem Rhayssa dos Santos Braz, 18 anos, a cerca de 15 alunos do nono ano da escola municipal Edméa Ladevig (Gonzaga), na manhã desta terça-feira (24). Ela, que, de 2014 a 2017, cursou o ensino fundamental II (6º ao 9º ano) nesta mesma unidade, foi aprovada em dez universidades internacionais (nove nos Estados Unidos e uma em Portugal) e está bem próxima de realizar o grande sonho de estudar em outro país.        

Durante todo o bate-papo, a jovem procurou transmitir confiança e incentivar os estudantes a buscar novos horizontes, demonstrando segurança e determinação. “Sou uma pessoa que gosta de estar em movimento, sentir que estou fazendo algo e, na verdade, tenho mais medo de ficar do que de ir, porque quero ir além, quero mais do que viver só a minha própria vida. Sei que para conseguir algo dessa magnitude tenho que sair do meu eixo, sair do meu egocentrismo de só viver a minha realidade, os meus problemas”, destacou. Além da UME Edméa Ladevig, Rhayssa estudou na UME Barão do Rio Branco (1º ao 5º ano) e na escola estadual Marquês de São Vicente (Ensino Médio).

A coordenadora pedagógica da unidade, Anne Rosse Santos Novais, explicou um dos motivo do convite feito a Rhayssa, além do fato de ser ex-aluna. “Fizemos questão de trazê-la aqui, porque é um incentivo para os adolescentes. Esta conversa com toda certeza abriu a mente dos alunos”.  

Rhayssa participou de 44 processos seletivos, sendo 43 nos Estados Unidos e um em Portugal. “Pesquisei muito, porque até o final de 2019, eu não sabia sobre estas possibilidades de fazer o curso superior fora do País, não é um assunto muito acessível”, disse. A estudante contou que antes mesmo de conhecer sobre os programas das universidades, começou a participar de concursos de redações internacionais. “Sempre gostei de escrever e era uma forma de treinar meu inglês. Ganhei bolsas de curta duração, mas eram inviáveis para mim, no entanto, conquistei algo mais precioso, uma perspectiva e um caminho novo para começar a seguir”.

Das dez aprovações (nove nos Estados Unidos e uma em Portugal), o programa universitário que mais ganhou o coração da estudante foi o realizado em parceria entre a Zayed University (Emirados Árabes) e a Minerva University (EUA). Um novo conceito educacional que possibilita ao aluno, durante quatro anos de graduação, ter experiências em campi espalhados pelo mundo: São Francisco (EUA), Seul (Coreia do Sul), Hyderabad (Índia), Berlim (Alemanha), Buenos Aires (Argentina), Londres (Inglaterra) e Taipei (Taiwan). A base dos estudos é em Abu Dahabi, no campus da Zayed University, e a cada seis meses, o participante fica 30 dias em um dos locais que fazem parte da iniciativa. 

O curso é dividido em três campos de estudos: Business Transformation (negócios), Social Innovation (inovação social) e Technology (tecnologia). “Apesar de ser interdisciplinar, fato que eu gosto muito, meu foco é a comunicação. É minha área de interesse”, afirmou Rhayssa. 

CORRIDA CONTRA O TEMPO

Para Rhayssa embarcar neste desafio até o próximo mês, ela precisa conseguir a verba necessária para cobrir os custos dos estudos. Para a mensalidade será necessário investimento anual de R$ 75 mil, além dos custos extras com moradia, alimentação e outras necessidades.

“Por conta da pandemia, os fundos das universidades ficaram menores e isso dificultou que eles investissem nos estudos dos estudantes estrangeiros. Eu esperava ter uma bolsa, mas não consegui. Eu tenho uma vaga, fui um dos 30 alunos admitidos em todo o mundo. Vou lutar até o fim. Eu tenho um não financeiro, mas estou indo atrás do meu sim”, ressaltou. 

Ela criou uma vaquinha virtual e também está a procura de empresários interessados em investir. “Eu não pretendo só ser agraciada, sabe, eu já estou pensando em meios de trazer um retorno por toda a ajuda que estou recebendo. Quero motivar as pessoas, informar os alunos, assim como fizemos no bate-papo desta terça-feira. Eu quero que mais estudantes de escolas públicas tenham este acesso e conquistem resultados até melhores que os meus”.

ORGULHO

A professora de matemática da ‘Edméa Ladevig’, Rosa Tosiko Miazato, revelou que olhar para a ex-aluna traz um sentimento de sonho realizado. “É o que desejamos para os nossos estudantes, que alcancem seus objetivos. Eu cobro muito deles com relação à responsabilidade, postura e o comprometimento com os estudos. Nossa função como educadores é essa”. Ela atua na unidade desde 2008. 

A diretora Fabiana Correia Cortes, há quatro meses trabalhando na escola, não conseguiu esconder sua admiração ao ver a ex-aluna de sua unidade falar com os demais estudantes. “Ela é um espelho para eles. Todos são capazes e podem conquistar seus sonhos. A educação pública tem muita qualidade. E mais do que isso, ela é a prova de que a parceria entre escola, professores e a família é extremamente importante”.  

“Este bate-papo serviu para eu pensar mais no que eu quero, começar a me preparar e ampliar o meu olhar sobre as possibilidades. Gostei muito”, disse a aluna Kamili Marinho Gestoso, 14. 

INSPIRAÇÃO

Criada pela mãe e a avó materna, a jovem tem dentro de casa a inspiração e a coragem para a sua luta. “Lá em casa a educação sempre mudou a nossa vida de certa forma. A minha avó veio da roça sozinha com 18 anos, lutou muito, limpou muito prédio, fez muita coisa até se encontrar e cursar o técnico em enfermagem. Minha mãe também foi para São Paulo sozinha, fez faculdade na área da saúde. Elas me incentivam e apoiam”.

Com os olhos marejados, a avó Maria dos Santos, que acompanhou a ex-aluna da rede municipal no encontro, disse que a neta não a surpreende. “Desde quando tinha dez anos ela dizia que iria conhecer o mundo. Eu falava que não tínhamos condições e ela afirmava que conseguiria. Sempre falou que iria lutar e nós sempre valorizamos os estudos, a educação. Temos muita fé em Deus e tudo será no momento certo. A Rhayssa também tem muita fé, é uma menina bondosa, obediente e humilde”.

Conheça mais sobre a Rhayssa dos Santos Braz acessando seu perfil no Instagram : @rhayssa_sbraz.

Galeria de Imagens

Rhayssa está no centro de uma roda de alunos. #paratodosverem
Rhayssa fala aos alunos. #paratodosverem