Conteúdo

Após amplo processo seletivo, Prefeitura anuncia novos gestores da Saúde. Veja o vídeo

18 de dezembro de 2018
18h 10

O primeiro processo seletivo da Prefeitura de Santos para escolha de ocupantes de cargos de confiança (livre provimento) foi concluído e o resultado divulgado nesta terça (18), em coletiva de Imprensa no Paço Municipal. Os quatro novos coordenadores da rede de Atenção Básica, responsáveis pela supervisão das 32 policlínicas, foram definidos após ampla seleção com duração de 12 semanas e começam a atuar ainda neste ano.

A medida, também inédita na área da Saúde entre as administrações municipais do País, ficou a cargo do Vetor Brasil, organização parceira sem fins lucrativos com experiência na atração e pré-seleção de lideranças em governos estaduais e municipais, e tem como parceiros estratégicos a Fundação Lemann e o Instituto Humanize. A Prefeitura também conta com apoio institucional da organização Comunitas e do Centro de Liderança Pública.

APERFEIÇOAMENTO

O prefeito Paulo Alexandre Barbosa destacou que a iniciativa ajudará a aperfeiçoar o atendimento da Atenção Básica, que passa por ampla transformação com a informatização da rede e construção de dez novas unidades. “O processo não teve custo para o Município e foi tão bom o resultado e os profissionais selecionados, que vamos ampliá-lo dentro da Administração”.

Inscritos de outros estados e até do exterior

Mais de 900 pessoas de vários estados e até de fora do País iniciaram as inscrições pelo site oficial do processo seletivo, sendo que 371 delas concluíram o cadastro e foram habilitadas.

Entre as etapas de triagem, houve entrevistas de análise de competências, painel com especialistas, sabatina com gestores públicos, prova de conhecimentos técnicos e banca avaliadora com especialistas do mercado e da área acadêmica.

No final de novembro e início de dezembro, os 12 candidatos finalistas também passaram por entrevistas com o secretário municipal de Saúde, Fábio Ferraz, e o chefe do Departamento de Atenção Básica (Deab), Haroldo de Oliveira Souza Filhos, que definiram os quatro novos coordenadores. “A metodologia do nosso parceiro Vetor Brasil é muito rica e ajuda demais a administração pública para a escolha dos gestores mais qualificados”, ressalta Ferraz.

DESAFIOS

“Os quatro aprovados na seleção de Santos serão convidados a participar da rede do Vetor Brasil e ter acesso a um programa de desenvolvimento ao longo de 24 meses. Essa rede auxiliará os profissionais a enfrentar os desafios do complexo ambiente do setor público”, destaca Bruna Eboli, diretora do Programa Líderes de Gestão Pública do Vetor Brasil.

Os selecionados ficarão responsáveis pela supervisão das 32 policlínicas, cada um pelas respectivas unidades de determinada região (Orla, Morros, Central/Área Continental e Zona Noroeste). Eles ocuparão cargos em comissão de símbolo C-2, com remuneração e benefícios de R$7.460,00, além de auxílio alimentação de R$ 435,16.

Quem são os novos coordenadores?

  • Bruna de Oliveira Coronato (36 anos) – servidora municipal de Santos, enfermeira doutoranda em Saúde Coletiva, com mestrado em Clínica Médica e especializações nas áreas de Saúde Pública, Enfermagem em UTI, Captação de Órgãos, Enfermagem Cardiológica e Docência. Experiência nas redes pública e privada e docência universitária. Atuava desde 2013 no Departamento de Vigilância em Saúde (Devig), sendo responsável técnica do Serviço de Atendimento Especializado (SAE) Adulto.
  • Eduardo Carvalho de Souza (30 anos) – enfermeiro, doutorando em Cuidados Clínicos em Enfermagem e Saúde, com mestrado profissional em Ensino na Saúde e pós-graduação em Educação Permanente em Saúde e Saúde Pública. Experiência em docência e na gestão em saúde pública de cidades do estado do Piauí, incluindo coordenação da Atenção Básica. Atuava desde 2017 como pesquisador da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
  • Emanuelly Paulino (35 anos) – psicóloga, com mestrado em Saúde Coletiva e especialização em Saúde da Família. Experiência nas áreas de Atenção Básica, Hospitalar, Saúde Mental e Assistência Farmacêutica, além de atuação em fundações, iniciativa privada e nas três esferas de governo (municipal, estadual e federal), incluindo consultoria técnica ao Ministério da Saúde. Atuava desde 2017 como consultora do Escritório de Projetos da Organização das Nações Unidas (UNOPS).
  • Joselma Silva Moreira (44 anos) – enfermeira, com especialização em Gestão em Enfermagem e Enfermagem do Trabalho. Experiência como docente em curso técnico e de graduação em Enfermagem e atuação nas áreas assistencial e de gestão de instituições privadas, filantrópicas e da Prefeitura de São José dos Campos (São Paulo), onde atuou na gerência de unidade de pronto atendimento. Atuava desde 2016 em hospital filantrópico especializado na área de oftalmologia.

Foto: Isabela Carrari 

Conteudo do Portal de Ouvidoria

Para ver todas as novidades sobre "Ouvidoria Presente" visite o Portal Ouvidoria

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.