Conteúdo

Ampliação da Torre de Jurados avança com obras no entorno

3 de outubro de 2018
17h 01

A estrutura fechada para comportar seis caixas d’ água de três mil litros cada está pronta, ao lado da Torre de Jurados do Parque Municipal Roberto Mário Santini. Sua laje superior vai ser impermeabilizada e receberá jardim com clorofitos (planta ornamental pequena) e lírios.

Foi a solução de arquitetura para minimizar o impacto do reservatório de 18 mil litros que abastece o parque, na reforma e ampliação da Torre de Jurados. Na obra que envolve o entorno e visa melhorar as condições de avaliação dos árbitros nas competições de surf são investidos R$ 1,04 milhão, recursos do Estado.

O edifício é composto por andar térreo e mais dois pavimentos. Os serviços começaram com a demolição do deck, retirada de entulhos e recuperação de 400 m² de deck em prolongamento da arquibancada para 660 pessoas. Trata-se de espaço junto ao quebra-mar, que alcança as proximidades da escultura de Tomie Otake. No último andar da Torre está sendo construído um banheiro.

“O próximo serviço programado é a projeção em um metro para a frente do segundo andar, destinado aos árbitros”, diz o engenheiro Bruno Watanabe Ono, da Secretaria de Infraestrutura e Edificações. “Será executado em estrutura metálica, com fechamento em vidro”. A obra inclui a instalação de luminárias em LED e tem prazo de execução de um ano e dois meses.

ACESSIBILIDADE

O projeto prevê implantação de acessibilidade. O piso térreo contará com rampa de acesso com guarda-corpos em inox e banheiro reformado para PCD (pessoas com deficiência). Estão incluídos pisos táteis e direcionais e um elevador de uso restrito para pessoas com mobilidade reduzida, cuja fundação já começou.

Foto: Susan Hortas