Conteúdo

Ambulância doada reforça a frota do Samu de Santos

24 de abril de 2020
18h 31

Santos recebeu, na tarde desta sexta-feira (24), a doação de uma ambulância. O próximo passo, antes que o veículo passe a prestar serviço nas ruas da Cidade, é realizar a identificação visual comum a todos os veículos do Samu.

Com este novo veículo, doado pela Brasil Terminal Portuário (BTP), a frota passa a ter 18 ambulâncias (12 alugadas e seis próprias). Vale lembrar que o Ministério da Saúde preconiza um veículo para cada 100 mil habitantes. Santos, com 430 mil habitantes, excede o total mínimo exigido, o que reflete no tempo-resposta do serviço. “O Samu precisa buscar sempre a manutenção da qualidade do serviço prestado e a diminuição no tempo-resposta de atendimento. Em tempos de pandemia da covid-19, é ainda mais simbólico o envolvimento empresarial, representado aqui pela doação desta ambulância”, afirmou Fábio Ferraz, secretário municipal de Saúde.

As chaves e o documento da ambulância foram entregues por Cláudio Oliveira, diretor comercial da BTP, que destacou o fortalecimento da relação porto-cidade, principalmente neste momento de pandemia de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. “As operações do porto não podem parar. Estamos cientes da nossa responsabilidade com a saúde dos nossos colaboradores, em especial neste momento, e entendemos que se os órgãos de saúde estiverem bem equipados, toda a comunidade também estará protegida”.

BASES DO SAMU

  • Boqueirão (Av. Bartolomeu de Gusmão, em frente à Av. Conselheiro Nébias)
  • Rádio Clube (Praça Jerônimo La Terza s/nº)
  • Nova Cintra (Av. Santista, 1.308)
  • Caruara (Rua Andrade Soares s/nº)
  • São Manoel (Praça Nicolau Geraigire s/nº)
  • Encruzilhada (Rua Barão de Paranapiacaba, 241)
  • Hospital de Pequeno Porte (Av. Cláudio Luiz da Costa, 280)
  • Castelinho (Praça Andrade Neves, 14 – Vila Nova)
  • Ponta da Praia (Praça Engenheiro José Rebouças s/nº)
  • UPA da Zona Leste (Praça Coronel Fernando Prestes s/nº)
  • Complexo Hospitalar da Zona Noroeste (R. Min. Agamenon Magalhães s/nº).
  • Quando acionar o Samu (telefone 192 – chamada gratuita)
  • Problemas cardiorrespiratórios
  • Situações de intoxicação (produtos químicos, veneno, medicação)
  • Queimaduras graves
  • Afogamentos (em conjunto com o Corpo de Bombeiros – 193)
  • Na ocorrência de maus-tratos (em conjunto com a Polícia Militar - 190) •
  • Trabalhos de parto com risco de morte da mãe e do feto
  • Crises hipertensivas
  •  Acidentes/trauma com vítimas (em conjunto com Bombeiros – 193)
  •  Tentativa de suicídio (em conjunto com PM – 190 ou Bombeiros - 193)
  • Surtos psiquiátricos (em alguns casos, em conjunto com PM – 190)
  • Violência sexual/agressão (em conjunto com PM – 190)
  • Situações de choque elétrico (em conjunto com Bombeiros – 193)
  • Acidentes com produtos perigosos (com Bombeiros – 193)

Orientações

Em caso de acidentes com traumas, deve-se deixar a vítima como foi encontrada e fazer o acionamento do Samu, procurando isolar o local. É preciso manter a calma para passar os dados ou pedir para alguém mais próximo, em condições equilibradas, transmitir as informações.

Galeria de Imagens

homem dentro da ambulância #paratodosverem
3 homens ao lado da ambulância com portas abertas #paratodosverem

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.