Conteúdo
Notícias

Alunos ouvidores da Rede Municipal levam reivindicações ao Poder Público em  Santos

Publicado: 17 de novembro de 2021 - 16h04

Catorze alunos ouvidores da rede municipal de ensino trouxeram demandas, sugestões de melhorias e agradecimentos à Prefeitura de Santos nesta quarta-feira (17). A mediação, realizada pela Ouvidoria, Transparência e Controle (OTC), em parceria com a Secretaria de Educação (Seduc), ocorreu no auditório do Paço Municipal, com o objetivo de melhorar a qualidade do ensino e infraestrutura das unidades.
Em razão da pandemia, o cronograma de mediações, que antes eram realizadas a cada três meses, contou com apenas uma reunião em 2021. Mas isso não impediu que os jovens trouxessem uma série de reivindicações ao prefeito, secretários municipais e demais funcionários da municipalidade. Entre as solicitações estavam melhorias na merenda, manutenção de telhados e playgrounds, troca de lâmpadas e mesas, entre outras.

“As mediações estimulam a participação dos alunos em uma conversa com o Poder Executivo, mostrando o balanço de ações que já realizaram e apresentando demandas sobre melhorias. Esse projeto mostra que o aluno tem condição de exercer a cidadania plena, os aproxima do poder público e os deixa cientes de seus direitos e deveres”, explicou o ouvidor municipal Rivaldo Santos.

Todas as demandas foram respondidas pelo prefeito Rogério Santos, os secretários Wagner Ramos, de Serviços Públicos (Seserp); Larissa Oliveira, de Infraestrutura e Edificações (Siedi); Cristina Barletta, de Educação (Seduc), pelas equipes de cada secretaria, além do ouvidor municipal Rivaldo Santos. 

“Essa iniciativa é muito legal porque é importante ouvirmos as pessoas que moram na Cidade e saber das suas impressões em relação aos equipamentos públicos que elas utilizam. Quanto mais perto o Executivo estiver da população, melhor, porque o trabalho que nós fazemos é em equipe”, disse o prefeito.

"SER UM ALUNO OUVIDOR ME AJUDOU A PENSAR MAIS NO PRÓXIMO"

A dupla Franciny Andrade e Daniel de Aguiar, ambos de 11 anos, são ouvidores fervorosos da UME Professor Pedro Crescenti. Eles explicaram que a pandemia atrapalhou um pouco os trabalhos, mas que as demandas dos colegas não pararam de chegar. “Viemos porque muitos pedem cobertura na quadra, então vamos sugerir e ver se isso é possível ou não”, explicou Franciny. “É uma responsabilidade muito grande falar por todos”, completou Daniel.

Já Isabela Costa, de 13 anos, representou a UME Pedro II, e disse se sentir lisonjeada por ser escolhida para exercer o papel de ouvidora. “Esse projeto é ótimo para a nossa escola, porque nos ajuda a melhorá-la cada vez mais. É muito importante o prefeito ver o que estamos mudando e a gente poder ver como funciona o trabalho aqui. Ser um aluno ouvidor me ajudou a vencer a timidez e, principalmente, a pensar mais no próximo”.

PROJETO

O Aluno Ouvidor foi desenvolvido pela OTC em parceria com a Seduc, com o objetivo de escolher nas escolas municipais um aluno que exerça a função de ouvidor público, estimulando a cidadania e o protagonismo social do estudante. 

Em 2017, o projeto conquistou a primeira colocação na categoria Ampliação de Espaços e Canais de Participação Social do Concurso de Boas Práticas da Rede de Ouvidorias, promovido pelo Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União. Atualmente, 26 escolas de Santos participam do projeto.

Galeria de Imagens

Alunos no centro falam com autoridades #paratodosverem
Demandas foram respondidas por representantes do Executivo.
Estudante fala no microfone com circulo de pessoas sentadas em sua volta #paratodosverem
Mulher fala ao lado de aluno com pessoas ouvindo sentadas #paratodosverem