Conteúdo

Aluno Ouvidor inicia novo ciclo de mediações em escolas de Santos

1 de outubro de 2019
17h 57

O 2º ciclo de mediações do projeto Aluno Ouvidor começou nesta terça-feira (1º) na escola Vinte e Oito de Fevereiro (Saboó), envolvendo alunos, equipe técnica e representantes da Ouvidoria, Transparência e Controle (OTC), com o objetivo de melhorar a qualidade do ensino nas unidades. 

Até o fim do mês, as mediações ocorrerão nas 26 escolas participantes (ver cronograma abaixo) e, em 6 de novembro, alunos-ouvidores se reunirão no Paço Municipal para apresentar demandas e sugestões de melhorias ao prefeito Paulo Alexandre Barbosa. Nesta quarta (2), a mediação ocorrerá na Ayrton Senna da Silva (Campo Grande).

 

REIVINDICAÇÕES

 

Na escola Vinte e Oito de Fevereiro, a aluna-ouvidora Nicolly Nunes Ribeiro e o suplente Giovanni Bernardo Chagas Silva reivindicaram instalação de alambrado na quadra, grade nos muros, troca das portas dos banheiros e poda de árvore. Também pediram a permanência de um guarda municipal na unidade para mais segurança dos estudantes.

Todas as demandas serão encaminhadas às secretarias competentes. Na ocasião, a dupla também apresentou as melhorias já executadas como substituição de fechaduras de portas e instalação de ventiladores em salas de aula.   

Desde o início da atual gestão de alunos-ouvidores, iniciada em 29 de abril, até 23 de setembro, foram 53 solicitações feitas pelos estudantes no total, das quais 33 já foram atendidas pelo poder público.  

 

PROJETO

 

O Aluno Ouvidor foi desenvolvido pela OTC em parceria com a Seduc, com o objetivo de escolher nas escolas municipais um aluno que exerça a função de ouvidor público, estimulando a cidadania e o protagonismo social do estudante. Em 2017, conquistou a primeira colocação na categoria Ampliação de Espaços e Canais de Participação Social do Concurso de Boas Práticas da Rede de Ouvidorias, promovido pelo Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União.

O concurso teve como objetivo reconhecer as iniciativas que as ouvidorias públicas desenvolvem no país que auxiliem no aprimoramento do controle social, na ampliação de espaços e canais de participação social na administração pública, bem como melhorias na prestação de serviços.

 

Confira o cronograma de escolas que serão visitadas:

 

  • UME Barão do Rio Branco-EJA - aguardando data
  • UME Vinte e Oito de Fevereiro - 01/10/2019 – 10h15
  • UME Ayrton Senna da Silva - 02/10/2019- 8h
  • UME Colégio Santista - 03/10/2019 – 14h
  • UME Oswaldo Justo - 03/10/2019 – 9h30
  • UME Auxiliadora da Instrução - 04/10/2019 – 9h30
  • UME Padre Leonardo Nunes - 07/10/2019 – 9h30
  • UME Ilha Diana - 08/10/2019 – 9h
  • UME Florestan Fernandes - 09/10/2019 – 10h
  • UME José da Costa e Silva Sobrinho - 10/10/2019 – 9h30
  • UME José Carlos de Azevedo Júnior - 16/10/2019 – 14h
  • UME Pedro II - 16/10/2019 – 9h30
  • UME Mário de Almeida Alcântara - 17/10/2019 – 10h
  • UME Pedro Crescenti - 18/10/2019 – 9h30
  • UME Cidade de Santos - 21/10/2019 – 9h30
  • UME João Papa Sobrinho - 22/10/2019 – 10h
  • UME Lourdez Ortiz - 22/10/2019 – 14h
  • UME Maria Luíza Alonso Silva - 23/10/2019 – 9h30
  • UME Martins Fontes - 23/10/2019 – 14h
  • UME Monte Cabrão - 24/10/2019 – 11h
  • UME Judoca Ricardo Sampaio Cardoso - 24/10/2019 – 14h
  • UME Avelino da Paz Vieira - 25/10/2019 – 9h30
  • UME Dino Bueno - 29/10/2019 – 14h
  • UME Edméa Ladevig - 30/10/2019 – 9h30
  • UME irmão José Genésio - 31/10/2019 – 9h30
  • UME Padre Lúcio Floro - 31/10/2019 – 14h