Conteúdo
Notícias

Acessibilidade será tema de mesa redonda virtual do Museu do Café

Publicado: 25 de fevereiro de 2021
11h 28

Envolver diversos setores em um processo participativo auxilia instituições a tornar seus espaços convidativos, abertos e inclusivos. Apostando na importância da acessibilidade, o Museu do Café promove, na terça-feira (2), às 15h, mesa redonda on-line pela plataforma Zoom. A ação ‘Mobilidade e afetos: acessibilidade em museus’, será em parceria com o Sistema Estadual de Museus (Sisem-SP) e o grupo Orla Cultural.

Há 40 vagas e as inscrições, gratuitas, devem ser feitas pela internet- é necessário estar logado no sistema para visualizar a página. Será emitido certificado de participação. O Museu do Café é parceiro da Seectur (Secretaria de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo) em projetos e ações de qualificação de jovens em risco social para as funções de barista.

PALESTRANTES

As palestrantes apresentarão as diversas perspectivas relacionadas ao conceito (atitudinal, arquitetônica, expositiva, comunicacional e educacional), assim como ideias e estratégias adotadas em experiências realizadas em equipamentos culturais. A mesa contará com a participação da gestora do núcleo educativo do Museu do Café Daniella Oliveira, especialista em patrimônio cultural, e a coordenadora do setor educativo do Museu do Futebol Ialê Cardoso, gerente do programa de acessibilidade do equipamento, responsável por projetos premiados como o ‘Deficiente Residente’.

A arquiteta Silvia Arruda completa a lista de convidados, trazendo para a conversa suas vivências em mais de 300 projetos de expografia especializada em acessibilidade de edifícios. Em 2013, seus esforços renderam reconhecimento do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) por meio de uma premiação.