Conteúdo

50 mil ciclistas desceram a Serra para Santos na 2ª edição do Pedal Anchieta

1 de dezembro de 2019
18h 11

Um mar de ciclistas tomou conta de Santos desde às 8h30 deste domingo (1°) com a chegada dos participantes da 2ª edição do Pedal Anchieta. O passeio ciclístico, que teve saída da cidade de São Paulo (Capital), reuniu cerca de 50 mil pessoas, de acordo com os organizadores, e não teve incidentes graves.

A Prefeitura de Santos preparou megaoperação para receber os esportistas na região do Valongo, ponto de chegada do evento, onde havia posto médico com ambulância, banheiros químicos, inúmeras embalagens de papelão identificadas para lixo orgânico e reciclável, música ambiente, bebedouro instalado pela Sabesp e sistema de som.

O locutor Ricardo Andrade orientava, a todo momento, sobre a infraestrutura existente, horários de saída dos comboios da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) em direção à orla e a presença, na Rua Tuiuti, de vários ônibus das empresas interurbanas com destino a São Paulo. Este ano, os ciclistas puderam adquirir na hora passagem de regresso em veículos exclusivos. Já os ônibus e vans fretados pelos turistas permaneceram à disposição na Praça Mauá, onde também foram instalados banheiros químicos e bebedouros.

MARATONA - Antonio Carlos Cabral e quatro amigos partiram às 22h de sábado de Alfenas (MG), em uma maratona de cinco horas até a Capital, para participarem pela primeira vez do Pedal Anchieta e conhecerem a cidade de Santos. “Foi perfeito e no ano que vem estaremos aqui outra vez”, afirmou. Antonio Carlos Ramos, 63 anos, saiu de casa, no Butantã, ainda de madrugada, para fazer sua estreia no passeio ciclístico e em Santos. “Tive que tomar cuidado, porque tinha gente que parecia estar em uma competição”. Décio Yokota, 64 anos, elogiou a organização. “Está muito melhor do que no ano passado”, garantiu ele, que partiu de São Paulo, com um casal de amigos, às 6h e chegou ao Valongo às 11h40.

Apesar do cotovelo direito enfaixado por conta de uma queda durante a descida, João Victor Rufo Pereira, 18 anos, que veio com um grupo de 45 moradores de Orlândia (interior de São Paulo), já pensa na edição do próximo ano. “Gostei pra caramba”.

 

ATENDIMENTOS

O posto médico e as quatro ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Santos atenderam 37 casos de escoriações e 15 casos clínicos como hipotensão e desidratação. Não houve nenhum caso grave ou remoção para unidades de pronto-atendimento pelo SAMU, segundo a coordenação da equipe. Marcel Alexandre, morador no bairro Tatuapé (São Paulo), trouxe o filho Rafael, de sete anos, no bagageiro. No ano passado, quem veio foi o filho mais velho, de 12 anos, que desta vez veio pilotando sua própria bicicleta. “Daqui a pouco, seguimos para a casa de amigos, que nos esperam com um churrasco”.

Quem também chamou atenção foi a cadelinha Beth, com camiseta do passeio ciclístico e até capacete, instalada confortavelmente na cestinha presa ao guidão da bicicleta de seu dono. E ele fazia questão de direcionar a bicicleta em direção aos celulares e máquinas fotográficas, colocando a cadelinha na mira dos flashes. André Veronezi integrava um grupo de 40 ciclistas de Bragança Paulista, que já fazia planos para o terceiro passeio. “Ano que vem, viremos com muito mais gente”, garantiu, enquanto descansava sob a mangueira do Santuário de Santo Antônio do Valongo.

A igreja montou até uma praça de alimentação para atender os turistas. O Estação Bistrô restaurante-escola também abriu as portas, excepcionalmente no domingo, para atender os ciclistas. Os estabelecimentos que abriram as portas neste domingo não se queixaram do movimento – colocaram mesas e cadeiras na calçada, sempre lotadas. Os ciclistas também aproveitaram os quiosques da orla para descansar e tomar um lanche antes do retorno às suas cidades de origem.

 

ORGANIZAÇÃO

O Pedal Anchieta Santos foi organizado pelo BRCiclos- Instituto de Pesquisas Ambientais e Mobilidade Sustentável, com apoio da Prefeitura de Santos por meio das secretarias de Meio Ambiente, Turismo, Cultura, Esportes, Saúde e Segurança, Ouvidoria, Transparência e Controle e CET. Participaram também a Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Sabesp, Polícia Militar e Polícia Rodoviária.

Fotos: Isabela Carrari.

Galeria de Imagens

Ciclistas tiram selfie em frente ao Museu Pelé. #pracegover
Museu Pelé foi ponto para fotos.
Ciclistas pedalam pela ciclovia na orla. #pracegover
Ciclistas passeiam pela orla.