Conteúdo

4º Festival Frontaria Criativa oferecerá o melhor do artesanato santista

19 de janeiro de 2020
17h 57

Uma oportunidade de expor trabalhos feitos à mão e uma experiência preparatória para o Encontro Anual de Cidades Criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), que será realizado no Município em julho. São os objetivos da 4ª edição do Frontaria Criativa, festival dinâmico com várias atividades entre os dias 24, 25 e 26 de janeiro, na Casa da Frontaria Azulejada.

Após o sucesso das edições anteriores, o evento, organizado pelo Fundo Social de Solidariedade (FSS), ganhou uma dinâmica de pré-evento do encontro da Unesco e reunirá 30 artesãos santistas para expor e colocar à venda itens especialmente confeccionados com pedrarias, crochê, acessórios e bijuterias feitas de folhas, sementes naturais e materiais orgânicos, suvenires, biscuits, peças em madeira reaproveitável e vários outros produtos.

“O festival será a chance dos artesãos mostrarem seus trabalhos e de promoverem a economia criativa. Para quem compra, será a oportunidade de valorizar cada peça, sabendo que está levando algo criado e pensado com carinho”, frisa a assessora técnica do FSS e curadora dos artesãos, Denise Gouvêa.

O evento será realizado das 10h às 19h contendo área gastronômica com dez espaços oferecendo massas como nhoque e lasanha, antepastos artesanais, sorvetes, crepes, chopp, doces, salgados, palmitos, queijos de Minas, bolos, café expresso e vinhos.

Durante os três dias, sempre a partir das 17h, um happy hour vai animar o local. Na sexta (24), apresenta-se a Banda After Midnight, grupo de rock e blues com repertório de clássicos dos anos 60 e 70, com releituras dos Rolling Stones, Eric Clapton e Rita Lee, entre outros. No sábado (25), será a vez de Rodrigo Suzuki - Forró Nascente. Com sanfona, triângulos e zabumba, apresenta a tradição do Pé de Serra, em harmonia com novos compositores desse gênero. Já no domingo (26), João Romualdo, maestro e multi-instrumentista, apresenta diversos estilos musicais, do pop ao soul, do samba ao rock.

A programação inclui ainda esculturas feitas ao vivo por Beatriz Aun, que desenvolve trabalhos em terracota, e caricaturas criadas pelo artista Seri.

Denise destacou o caráter solidário da Frontaria Criativa, já que, ao final do evento, os artesãos doarão 20% do que for arrecadado com as vendas para o FSS.

A 4ª Frontaria Criativa já tem até mesmo uma página no Instagram. Para conhecer um pouco sobre os artesãos e detalhes da programação, basta acessar o perfil @frontariacriativa. A Casa da Frontaria Azulejada fica na Rua do Comércio, 92, no Centro Histórico de Santos.

Áreas criativas

O artesanato é um dos sete clusters (áreas) criativos definidos pela Unesco e que terão destaque no evento que será realizado em julho: artesanato e artes populares, design, gastronomia, literatura, música, tecnologia e cinema.

O Encontro Anual de Cidades Criativas será realizado pela primeira vez na América Latina e Caribe. Santos integra a seleta rede de municípios criativos desde 2015, com o selo criativo em Cinema, o que mostra a vocação do Município para o desenvolvimento e acolhimento de produções em audiovisual.

Quando ingressam na rede, as cidades assumem o compromisso de compartilhar suas melhores práticas e envolver a sociedade e os setores público e privado em parcerias para desenvolver atividades criativas e a vida cultural aliadas ao desenvolvimento sustentável.

A proposta da Cidade para o encontro deste ano tem como tema "Criatividade, Caminho para a igualdade" e o objetivo é expor ao mundo todo o trabalho social desenvolvido no setor criativo do Município.

A decisão sobre o local ocorreu por meio de votação no mês de agosto do ano passado, em Cracóvia, na Polônia, quando a Cidade concorreu com mais sete municípios, vencendo, na etapa final, Puebla (México) e Belém (PA).