Conteúdo
Página

Lei 11645

Publicado: 24 de agosto de 2020 - 16h44
Atualizado: 3 de setembro de 2020 - 16h44

A aspiração da Secretaria Municipal de Educação por uma escola cidadã e inclusiva fez com que, desde o ano de 2004, ações afirmativas voltadas à valorização da diversidade étnico-culltural fossem implementadas na rede pública municipal.
Para tanto, delegou à Profa Ms. Adriana Negreiros Campos e à Profa. Ms Sandra Regina Pereira Ramos a responsabilidade em dar cumprimento a Lei nº 10.639/2003, primeiramente, incluindo no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Africana e Afro-Brasileira" e realizando formações professores para que pudessem exercer o papel de multiplicadores nas escolas em que atuavam. 
O pioneirismo da Secretaria Municipal da Educação resultou na formulação de diversas propostas curriculares e pedagógicas inovadoras, seguindo os ditames da Lei n. 11.645/08 e as Diretrizes Curriculares para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana, que foram apresentadas em espaços acadêmicos e institucionais.
Agora, apresentamos neste espaço o caminho trilhado e a proposta educacional adotada pela Seduc em prol do conhecimento e da valorização de nossa herança africana e indígena e que merecem ser conhecidas por todos.