Conteúdo

PREVENÇÃO AO SUICÍDIO

INFORMAÇÃO E CUIDADO EM SAÚDE SÃO A MELHOR SOLUÇÃO!

Muitas pessoas não sabem, mas na maioria dos casos é possível evitar o pior, que é o ato de se suicidar.

O suicídio é um grave problema de saúde pública e requer atenção das áreas técnicas e de gestão que cuidam da saúde nos âmbitos de prevenção e cuidado.

É uma tarefa de todos os níveis de Atenção à Saúde inseridos na Rede de Atenção Psicossocial-RAPS: Atenção Básica, Atenção Hospitalar e Pré-Hospitalare Rede Especializada de Saúde Mental.

Mas o desafio de lidar com essa situação não está apenas no sistema de Saúde, seja público ou privado. A primeira a lidar com a situação é a própria pessoa com pensamento suicida, às vezes na sua solidão, ou junto à sua família, amigos e outros grupos nos quais esteja inserida.

Falar sobre o tema ajuda a conhecer quais os sinais apresentados por alguém que pode estar pensando em se matar ou que pode estar sujeito a sofrer essa possibilidade.

É possível se proteger, proteger a quem amamos ou a qualquer pessoa que manifesta a possibilidade de tirar a própria vida.

NÃO É FRESCURA!

Muitas pessoas dizem que “Fulano” ou “Sicrano” fizeram isso para chamar atenção...

Então DÊ ATENÇÃO a essas pessoas e não julgue. Busque ajuda para elas. Não há idade para a tentativa de suicídio. Cuide de Todas e Todos! Cuide-se!

SINAIS

Grande parte das pessoas que tentam o suicídio ou que efetivam sua morte dão sinais possíveis de serem percebidos por quem está ao redor.

Tristeza, DepressãoEu preferia estar morto
SolidãoEu não posso fazer nada
DesesperançaEu sou um perdedor e um peso para os outros
AutodesvalorizaçãoAutodesvalorização Os outros vão ser mais felizes sem mim

 

MAS EU VOU PARAR A MINHA VIDA PARA CUIDAR DESSA SITUAÇÃO?

Podemos comparar com uma fratura. É como se estivesse com um osso da perna quebrado e precisasse de um tempo longo para que ele pudesse colar, para poder fazer fisioterapia, readaptarse e depois voltar à rotina.

Da mesma forma que temos que parar quando fraturamos uma perna, um braço, um dedo, ou quando fazemos uma cirurgia de apendicite, precisamos parar para cuidar de nossa mente em casos de ideação ou tentativa de suicídio.

É necessário um cuidado constante, com orientações de profissionais de saúde à pessoa e àqueles que a cercam.

O QUE FAZER AO PERCEBER UM DESSES SINAIS?

  • Conversar com a pessoa em um local reservado e de forma tranquila, mostrando apoio a ela.
  • É muito importante não julgar a pessoa, pois ela mesmo já o faz e essa atitude não ajuda em nada
  • Não é uma ação moral, de “pecado”, ou algo parecido. A pessoa que pensa em se matar está adoecida.
  • A maioria dos casos de suicídio ou de tentativa ocorre em pessoas que estão passando por um transtorno e isso não a diminui como ser humano. Sofrer é uma condição humana e é perfeitamente normal compreender asrazões que nos levam a sofrer.
  • Quando os sinais são percebidos, é necessário a busca de ajuda profissional e o apoio próximo. A pessoa deve ser apoiada totalmente. Isso significa estar junto dela até que ela receba uma orientação profissional.

EXISTE CURA?

EXISTE CURA PARA IDEAÇÃO SUICIDA?

Sim, existe grande possibilidade de que o cuidado em Saúde Mental resolva essa questão. Mas é preciso que haja duas coisas importantes:

  • Adesão ao tratamento por par-te de quem está adoecido;
  • Apoio das pessoas que estão ao seu redor, grupo que chama-mos de Rede de Apoio.

ONDE PEDIR APOIO?

Se você ou alguém que você conhece está passando por essa situação, é importante que um serviço ou profissional de saúde seja procurado.

No município de Santos, o Sistema Único de Saúde possui uma rede de atenção para cuidar de pessoas com ideação suicida ou para cuidar das pessoas que fizeram a tentativa de suicídio.

Qualquer policlínica, UPA, ambulatório ou a rede de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) pode e deve ser procurada nesse caso.

Os profissionais de saúde estão preparados para ouvir, encaminhar ou cuidar do caso quando procurados. Importante salientar que a pessoa que está com sintomas de depressão, tristeza, falta de apetite, desânimo para viver, encontra-se retraída de forma exagerada (não quer contato social) DEVE ser apoiada e cuidada.

É sempre importante ressaltar que não há dia e hora para buscar ajuda. Mas há níveis de risco que definem o lugar onde vamos para pedir apoio.

QUEM EU PROCURO?

É sempre importante ressaltar que não há dia e hora para buscar ajuda. Mas há níveis de risco que definem o lugar onde vamos para pedir apoio.

Situação

Buscar Unidade

Falas que indicam uma tristeza leve pela primeira vez

Falas ou sensações de que não é mais útil ou que não há sentido na vida pela primeira vez

Ir à policlínica mais próxima no primeiro dia possível

A pessoa está sem condições de se cuidar, de buscar auxílio, chora muito, não se alimenta, não tem animo para a vida

A pessoa relata que está planejando a forma de cometer suicídio

Alteração de emoções, falas ou sensações de que não há sentido na vida para quem já realizou uma tentativa ou mais

Ir ao CAPS do Território

A pessoa se feriu com mutilações (cortes no corpo) ou outra forma de agres- são, ingeriu vários medicamentos, ou efetivamente utilizou outro meio violento de tentativa de tirar a própria vida

Ir à UPA ou chamar o SAMU (192)

 

 

CAPS

 

POLICLÍNICAS DE REFERÊNCIA

Centro
Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 236
Tel.: 3222-1217
capscentro@santos.sp.gov.br
Conselheiro Nébias
Ilha Diana
Martins Fontes
Monte Serrat
Porto
Vila Nova/RCH
Valongo
Vila
Av. Pinheiro Machado, 718
Tel.: 3225-5796
capsvila@santos.sp.gov.br
Campo Grande
Gonzaga
Jabaquara
Morro Nova Cintra
Morro São Bento
Morro Santa Maria
Vila Mathias
Vila Progresso
Orquidário
Av. Francisco Glicério 661
Tel.: 3251-2094
capsorquidario@santos.sp.gov.br
Campo Grande
José Menino/Pompeia
Marapé
Morro José menino
Praia
Av. Cel. Joaquim Montenegro, 329
Tel.: 3225-8137
capspraia@santos.sp.gov.br
Aparecida
Caruara
Embaré
Ponta da Praia
Monte Cabrão
ZNO
Rua Bulcão Viana, 853
Tel.: 3299-4368
capszonanoroestesantos.sp.gov.br
Alemoa e Chico de Paula
Areia Branca
Bom Retiro
Castelo
Morro da Penha
Piratininga
Rádio Clube
São Manoel
São Jorge e Caneleira
INFANTOJUVENIL
Entre Mentes
Praça Maria Coelho Lopes, 395 - Zona Noroeste
Tel.: 3299-7901
capsientrementes@santos.sp.gov.br
Alemoa e Chico de Paula
Areia Branca
Bom Retiro
NFANTOJUVENIL
Tô Ligado

Rua Campos Melo, 298
Tel.: 3221-8367 3221-4824
capsitoligado@santos.sp.gov.br
Castelo
Morro da Penha
Piratininga
Rádio Clube
São Manoel
São Jorge e Caneleira
Capsi #TamoJunto INFANTOJUVENIL
Av. Pinheiro Machado, 769
Tel.: 3271-8235 3221-4944
capsitamojunto@santos.sp.gov.br
Aparecida
Caruara
Conselheiro Nebias
Embare
Martins Fontes
Monte Cabrão
 Ponta da Praia
Porto
Valongo
Vila Mathias
Vila Nova
REFERÊNCIA PARA TODA CIDADE
CAPS ÁLCOOL E DROGAS

Rua Silva Jardim, 354
Tel.: 3237-2681
capsadzoisantos.sp.gov.br
Campo Grande
Gonzaga
Jabaquara
José Menino/Pompéia
Marapé
Monte Serrat
Morro José Menino
Morro da Penha
Morro Santa Maria
Morro São Bento
Nova Cintra
Vila Progresso
 

 

UPAs

UPA CENTRAL
Rua Joaquim Távora, 260

UPA ZONA LESTE
Praça Visconde de Ouro Preto, s/n o

UPA ZONA NOROESTE
Av. Jovino de Melo, 927

SAMU – LIGUE 192