Conteúdo

Texto em tons de marrom e branco com os dizeres Composta Santos. Ao lado uma ilustração de uma mão em forma de concha segurando um punhado de terra com uma plantinha. #pracegover

Composta Santos

Novo programa de incentivo à reciclagem de resíduos sólidos orgânicos da Prefeitura Municipal de Santos

O que é?

O COMPOSTA SANTOS é o novo programa de incentivo à reciclagem de resíduos sólidos orgânicos que a Prefeitura Municipal de Santos apresenta como forma de reduzir o envio de materiais para o aterro sanitário e promoção da agricultura urbana. São propostas ações que podem ser feitas em casas, apartamentos, escolas, empresas e diferentes instituições. Adaptadas a quantidade produzida e a realidade de cada gerador.

O programa é desenvolvido no âmbito do Projeto Santos Sustentável: Compostagem e Agricultura Urbana, aprovado no edital de compostagem (2017) do Fundo Nacional de Meio Ambiente, com financiamento do Fundo Socioambiental da Caixa (com vigência de dois anos de duração), de acordo com Acordo de Cooperação assinado em março deste ano.

Objetivos do Programa

  • Ampliar o conhecimento público e institucional sobre compostagem e agricultura urbana
  • Aumento da segregação em 3 frações (recicláveis secos, recicláveis orgânicos e rejeitos) e compostagem
  • Menor destinação de material para aterro
  • Promoção da Agricultura Urbana (aproveitamento do composto e do biofertilizante líquido)
  • Melhor eficiência na gestão de resíduos e gastos públicos
  • Geração de renda, economia solidária e ecomercado

Compostagem em Ação

O COMPOSTA SANTOS inclui ações educativas nos parques do Jardim Botânico e do Orquidário, com a implementação/aprimoramento dos espaços destinados à educação ambiental na área de compostagem e aproveitamento do composto para agricultura urbana. Também promoverá a educação com composteiras portáteis (minhocários) em escolas e instituições que se propõem a trabalhar com o tema em atividades de educação. Além disso, dará início à reciclagem de resíduos de poda e feiras livres, que serão manejados em pátio piloto de compostagem, com capacidade de até 10 ton/dia.

Rapaz mexendo mostrando para pessoas como fazer composteira
Funcionários da prefeitura plantando

O COMPOSTA SANTOS se articula a outras ações da Secretaria de Meio Ambiente, tais como o Projeto Horta Ecológica, que oferece oportunidade aos munícipes de colocar “as mãos na massa”, realizando a compostagem em leiras (termofílica) ou em minhocários (caixas com digestoras com minhocas) e acontece todas as quartas-feiras das 14 às 17 horas no Jardim Botânico de Santos (parceria com a Casa da Agricultura) e é aberto para adultos ou crianças acompanhadas dos responsáveis. Outro projeto integrado é o Estação Ambiental, que promove a educação ambiental em feiras livres e campanhas em demais espaços da cidade. As Feiras Orgânicas também farão parte do processo.

Como Fazer

Nós já sabemos o que deve ser feito com os resíduos secos (plástico, papel, vidro e metal), que é a separação e o descarte correto do material, para que possa ser reciclado. Mas e o resíduo orgânico? O que podemos fazer com ele para ajudar o meio ambiente e nós mesmos!? Uma das formas de solucionar o problema do excesso de resíduo orgânico produzido em nossas casas (cerca de 60%* do peso de todo resíduo gerado), que seria destinado aos aterros sanitários, é por meio da realização de compostagem. Mas espera aí que a gente já te explica o que é uma compostagem. De modo bem simples, compostagem é um processo biológico de transformação de resíduos orgânicos através da ação de fungos e bactérias em adubo de alta qualidade, que pode ser usado em hortas e jardins. Ficou interessado em ajudar o meio ambiente e produzir sua própria compostagem? Então vamos ajudá-lo! Descubra o método mais adaptado para sua realidade, vamos começar com duas opções:

Problemas comuns e soluções

Como nem tudo é perfeito, a compostagem pode apresentar alguns problemas, portanto vamos apresentar alguns possíveis problemas e soluções rápidas:

  • Cheiro podre? Diminua o depósito de resíduos de decomposição rápida e revire o conteúdo. Diminua a granulometria do resíduo utilizado.
  • Processo de decomposição lento? Coloque alimentos da tabela de recomendações que se decompõem rápido. Diminua a granulometria do resíduo utilizado.
  • Presença de pragas? Retire resíduos que não são recomendados pela tabela
  • Cheiro de amônia? Diminua a quantidade de resíduo que se decompõem rápido
  • Composto muito úmido? Use resíduos mais secos e porosos.

O que pode à vontade:

O que pode à vontade: Frutas, Legumes, Verduras, Grãos e Sementes, Sachês de chá sem etiqueta, Borra e filtro de café e Cascas de ovos

O que pode com moderação:

O que pode com moderação: Frutas cítricas, Alimentos cozidos, Guardanapos e papel toalha, Òleos e gorduras, Flores e ervas, Latiçinios, Papel e papelão sem plástico químicos e tintas, temperos fortes e Limão

O que nao é recomendado:

O que não é recomendado: Carnes, Fezes de animais carnívoros e papel higiênico usado

(Fonte: https://humi.eco.br/)

 

Outras dúvidas: consulte o material de apoio recomendado ou o Programa Horta Ecologica.

Comunidade

Para mais informações de como fazer a sua composteira, leia o material de apoio recomendado.

 

E nas redes sociais

Mapa das composteiras distribuídas pelo programa desde o lançamento

 

Eventos

Feiras Orgânicas
Local: Jardim Botânico

Oficinas de Compostagem para Crianças

Contação de histórias, atividades recreativas, minhocário...

primeiros e terceiros domingos do mês das 11h às 12h30.
Horta Ecológica
Local: Sala CRI-Atividade - Jardim Botânico

Vivências em Agricultura Ecológica

Agricultura urbana em práticas coletivas (compostagem, produção de hortaliças e mudas, jardinagem e agrofloresta)

Quartas-feiras das 14h às 17h, inscrições no local. Público em Geral (menores de idade acompanhados pelos responsáveis).

Apoio Financeiro:

Apoio Técnico: