Conteúdo

Codevida

Adoção, castração e controle de animais de rua

A Coordenadoria de Defesa da Vida Animal (Codevida) é um órgão da Prefeitura de Santos, ligado à Secretaria do Meio Ambiente. A Codevida foi criada pela Lei Complementar 542, art. 548, de 27/09/2005 (reforma administrativa) e tem como função principal o controle populacional de cães e gatos. Além disso, oferece atendimento médico e cirúrgico aos animais castrados da população de baixa renda.

Por ano, o setor realiza cerca de cinco mil castrações e quase 10 mil atendimentos clínicos. Para isso, além da Unidade Jabaquara, possui uma Unidade no Jardim Botânico Chico Mendes (Bom Retiro) e outra em Caruara (Área Continental).

Para incentivar ainda mais as castrações, a Codevida possui dois veículos Castramóvel, equipamento especialmente adaptado como centro cirúrgico, capaz de realizar de 20 a 40 castrações por dia, atendendo diretamente nos bairros, após pré-agendamento.

A Codevida é uma das únicas entidades públicas do País onde seus animais já são doados castrados, microchipados e com vacinas importadas. No período em que estão sob tutela da coordenadoria, são alimentados com ração de qualidade e recebem acompanhamento psicológico e físico, embasados em critérios internacionais de bem-estar animal.

A Codevida também possui um veículo especialmente adaptado para transporte em caso de resgate de animal em risco de morte, sempre previamente avaliado pelos técnicos do setor.

Av. Francisco Manoel s/nº, Jabaquara.

Atendimento é de 2ª a 6ª, das 8h às 16h. 

Telefones 3203-5593/32035075.

 

Denunciar maus tratos?

Controle de animais nas ruas

O principal fator é o animal com dono e não castrado. Uma vez na rua, seja de forma esporádica ou constante, abre-se a chance de gerar filhotes indesejados que posteriormente serão abandonados ou entregues sem responsabilidade.

Se eu encontrar um animal na rua, posso levá-lo à Codevida?

A Organização Mundial da Saúde preconiza que somente a castração pode reduzir a população de animais de rua. A Codevida não é um depósito de animais. Albergá-los não resolve a situação. A Codevida incentiva a posse responsável por meio de ações nos bairros e na sede. Quem encontrar um animal na rua e quiser adotá-lo, pode agendar a castração na Codevida, passando a ser responsável por ele ou pela sua doação.


Não quero mais meu animal

Não existem justificativas para se desfazer de um animal. Por isso, não se deve adotar por impulso. É preciso ter a consciência de que um animal vive, em média, 15 anos, e neste período deve ser tratado com dignidade.


Codevida recolhe animais de rua?

A Codevida faz resgate seletivo, ou seja, nos casos em que ele não tem como sobreviver sozinho (exemplo: atropelamento grave). Mesmo assim, a Codevida precisa do apoio da comunidade para lares temporários, pois animais abandonados são um problema de toda a sociedade.

Adotar um animal

Nas feiras de adoções ou na Codevida. O interessado, com CPF, RG e comprovante de residência, passará por entrevista. Os animais adultos são entregues na residência, para que os técnicos da Prefeitura possam avaliar as condições do ambiente. No caso de gatos, por exemplo, a doação só é feita para apartamentos que tenham telas nas janelas.

Dicas Para Tutores

Abrigo de fim de ano

A chegada do fim do ano preocupa a Coordenadoria de Proteção à Vida Animal (Codevida). Nessa época, de festas e férias, o abandono de animais domésticos, principalmente cães, aumenta entre 60% e 70% em todo o País. A Codevida orienta que os donos dos animais procurem com antecedência por um local seguro, onde o animal possa ficar durante as férias da família.

Fogos de artifício. O que fazer?

  • Deixe os animais em um ambiente tranquilo, como um quarto, com som de tevê e lugares onde eles possam se esconder, retirando potes de comida, deixando apenas o de água
  • Deixe uma peça de roupa do dono para que o animalzinho sinta o cheiro e se acalme
  • Cuidado com janelas abertas. Em momentos de pânico eles podem se atirar
  • Procure um veterinário e peça medicação calmante, que poderá ser dada algumas horas antes da meia noite, no caso de 31 de dezembro
  • Nesses dias, nunca deixe os animais presos com correntes e nem no quintal

Temperatura no verão

Passeios nos horários com sol forte provocam queimaduras nas patas e insolação.
 

  • Nos casos de insolação (hipertermia), molhe o animal, enrolando-o em toalhas molhadas em volta do corpo e pescoço, ligando ventilador ou ar-condicionado. A temperatura deverá baixar gradualmente para não causar choque térmico;
  • Água fresca em potes claros deve ser sempre trocada durante o dia. Outra opção é colocar cubos de gelo na água.

Levar animais para castração

O agendamento é feito sempre no primeiro dia útil da segunda quinzena de cada mês. As cirurgias são marcadas para o mês seguinte. Levar RG, CPF e comprovante de residência em Santos no nome da pessoa que estiver com o animal. Siga as orientações:

  • Para os cães: levá-los na coleira e guia, colar protetor ou roupa cirúrgica (no caso das fêmeas), toalha ou cobertor. 
  • Para os felinos: levar em caixa transporte, com toalha ou cobertor. 
  • Todos os animais agendados devem estar em jejum de água e comida a partir das 23h do dia anterior. 

Padrinhos

Se você gosta da convivência de um animal, mas não tem tempo para cuidar dele diariamente, a Prefeitura disponibiliza o ‘Projeto Padrinho de Fim de Semana’. O interessado deve procurar a Codevida para uma entrevista. Cães serão liberados de acordo com a residência e as necessidades do animal.