Conteúdo
26/nov

Encontro Sobre Tráfico de Mulheres na Baixada Santista

Sobre

 

Inscrição

Acesse o formulario

 

Programação

 

8:30hrs - Mesa Abertura

Diná Ferreira Oliveira (Coordenadoria da Mulher de Santos) Odair Aguiar Jr. (Unifesp), Anita Kurka (NPPS-Unifesp), Dalila Figueiredo, Telma de Souza

 

9:00hrs - Mesa 1. Contextualização do fenômeno do tráfico de mulheres no Brasil e na Região: enfrentamento e políticas públicas

Moderadora: Diná Ferreira Oliveira

João Chaves

Defensor Público Federal - Coordenador de Migrações e Refúgio da DPU/São Paulo Mestre em Direito pela UFPE - Universidade Federal de Pernambuco

Verônica Maria Teresi

Doutoranda em Ciências Humanas e Sociais pela Universidade Federal do ABC. Pesquisadora, professora ESAMC/Santos e advogada.

 

10:15 hrs - Mesa 2. Condições de vulnerabilidades ao tráfico de mulheres

Moderadora: Márcia Farah Reis

Neon Cunha

Mulher Negra, ameríndia e Transgênera. Publicitária e diretora de arte, atua há 37 anos na Prefeitura de São Bernardo do Campo. Uma das maiores vozes do Brasil na luta sobre despatologização das identidades de pessoas trans. Ativista independente, tem como pauta principal a racialidade interseccionalizada com a transgeneridade como negação da humanidade.

Fernanda Frinhani

Doutora pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, com ênfase em Direitos Humanos (2014). Mestre em Psicologia Social pela Universidade Federal do Espírito Santo (2004). Graduada em Direito pela Universidade Federal de Viçosa (2000). Atua desde o segundo semestre de 2018 como docente na ESAMC -Santos, nos cursos de Direito, Engenharia e Negócios.

 

12:30hs – Almoço (Brunch servido no local)

 

9:00hrs - Mesa 1. Contextualização do fenômeno do tráfico de mulheres no Brasil e na Região: enfrentamento e políticas públicas

 

14:00hrs - Mesa 3. Vítimas de tráfico de pessoas: indicadores

Moderadora: Raquel Cuellar

Dalila Figueiredo

Advogada e assistente social. Defensora dos Direitos Humanos e presidente da Associação Brasileira de Defesa da Mulher da Infância e da Juventude (Asbrad). Membro do Comitê Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (CONATRAP). Foi coordenadora e facilitadora dos Diálogos Formativos: diretrizes para o atendimento humanizado às mulheres em situação de tráfico de pessoas e outras formas de violência, do Projeto Fronteiras (2016-2018)

Mauricio Rebouças (a confirmar)

Assistente Social, Secretaria de Assistência Social do Município de Paulínia.

 

15:00hrs - Mesa 4. Rede de assistência às vítimas de tráfico: portas de entrada e fluxograma de atendimento

Moderadora: Verônica Maria Teresi

Carlos Alberto Carmello Júnior

Mestre em Direitos Difusos pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Mestre em Direito Ambiental pela Universidade Católica de Santos (UNISANTOS). Professor Universitário e Promotor de Justiça desde 1997

Sávia Cordeiro

Formada em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Mestre em Teoria do Estado e Direito Constitucional pela PUC-Rio. Tem experiência nas áreas de migração, tráfico de pessoas e trabalho escravo. No momento, atua como coordenadora do Centro de Referência e Atendimento para Imigrantes de São Paulo.

Ricardo Alves

Coordenador do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas de São Paulo

Andréia Rodrigues de Castro

Graduada em Psicologia e especialista em RH e Serviço Social. Atualmente trabalha na Secretaria de Desenvolvimento e assistência social do Município de Guarulhos na Divisão de proteção social especial de média complexidade. Chefe Técnica do PAAHM/SP (posto avançado de atendimento humanizado ao migrante) como também coordena os serviços de Abordagem Social de rua, Centro de referência a população em situação de rua, PETI e Medidas socioeducativas.

 

17:30 –Encerramento