Conteúdo

UPA Central atende mais de 500 pacientes por dia

24 de junho de 2016
12h 24

A UPA Central atendeu a uma média de 525 pessoas por dia entre 15 e 22 deste mês. O período corresponde ao tempo de funcionamento do Posto Avançado da Ouvidoria na unidade de saúde. Dos mais de 3.149 atendimentos, excluindo o final de semana, 2.297 eram pacientes moradores de Santos e 852 de outras cidades.

Ouvidoria

O Posto Avançado da Ouvidoria atendeu nesse mesmo período a 77 pessoas e registrou apenas sete casos de reclamações por causa de demora no atendimento.

O atendimento na UPA é feito por meio de classificação de risco com pulseiras coloridas. A vermelha exige atendimento imediato; a amarela, em até 30 minutos; a verde, em uma hora, e a azul, em até quatro horas.

As queixas motivadas por demora se concentraram principalmente na segunda-feira (20). Dos 18 pacientes que procuraram o posto da Ouvidoria, quatro com pulseiras verdes reclamaram de atraso. A maior demora foi de 3h54, a menor de 1h10.

Na quinta-feira (16), um paciente com pulseira verde foi embora e dois com identificação amarela esperaram 12 e 43 minutos a mais que os 30 minutos previstos.

Qualitativos

“O Posto Avançado da Ouvidoria traz resultados qualitativos para nós. A Prefeitura criou esse mecanismo para aumentar o acolhimento ao cidadão. Dar espaço para a população se manifestar”, diz Flávio Jordão, ouvidor municipal.

Canal

A UPA já possui um canal de diálogo com pacientes por meio do SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário), com duas funcionárias.

“Estamos aprimorando o atendimento e verificando causas. Percebemos, por exemplo, que muitos pacientes não observam quando são chamados no painel. Há atrasos, mas em frequência muito menor daquela do início das atividades”, afirma Zilvani Guimarães, gerente da UPA.

O posto da Ouvidoria permanecerá na UPA, pelo menos, até a próxima semana. A unidade recebe sugestões e reclamações de pacientes e funciona de segunda a sexta, das 8 às 16h. Posteriormente, será transferida para outro equipamento público.

Foto: Carol Fariah