Conteúdo

União recebe proposta por inclusão de obras em projeto para entrada da Cidade

27 de abril de 2017
15h 50

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, se comprometeu a encaminhar ao departamento jurídico do Ministério a solicitação da Prefeitura de Santos para alteração no contrato referente às obras da entrada da Cidade, permitindo inclusão de novos serviços ao projeto orçado em R$ 291 milhões, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2 Mobilidade Médias Cidades, do Governo Federal.

Em reunião realizada na terça-feira (25) em Brasília, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa e o secretário de Desenvolvimento Urbano, Júlio Eduardo dos Santos, expuseram a necessidade de instalações de drenagem na Avenida Martins Fontes e da implantação da Avenida Beira Rio, que vai ligar a Avenida Jovino de Melo à ponte que será erguida sobre o Rio São Jorge.

Eles também mencionaram a necessidade de desvios para a instalação do viaduto que vai interligar as avenidas Nossa Senhora de Fátima e Martins Fontes, além de outras intervenções complementares.

Integração

Os novos serviços propostos no projeto visam a garantia da mobilidade durante as obras viárias e se antecipam a eventuais intervenções para drenagem da entrada da Cidade, que já constam no programa Santos Novos Tempos, desenvolvido também para a acabar com as enchentes na Zona Noroeste.

Andamento

Atualmente, pela Etapa 1, estão sendo realizados trabalhos de pavimentação na Avenida Nossa Senhora de Fátima, entre a divisa com São Vicente e a Rua Júlia Ferreira de Carvalho. Além de novo asfalto, calçadas, ponto de ônibus e sinalização já integram as melhorias nas avenidas Jovino de Melo e Getúlio Vargas.

Recursos

Executada pela Prefeitura, a primeira fase da remodelação da entrada da Cidade conta ainda com a contrapartida do Município, de 21,5 milhões, financiada pela Caixa Econômica Federal.