Conteúdo

Turismo promove oficina para aprimorar guias no atendimento a cruzeiristas

21 de setembro de 2011
18h 00

Aprimorar a qualidade do atendimento aos turistas que chegam à cidade nos navios de cruzeiro, além de aprofundar os conhecimentos sobre geografia, história e atrações de Santos. Os guias de turismo, principalmente os bilíngues, formam o alvo da ‘Oficina de aperfeiçoamento profissional para o receptivo dos turistas de cruzeiros marítimos’, cujas inscrições serão abertas no próximo dia 5, às 10h, na Setur (Secretaria de Turismo), no Largo Marquês de Monte Alegre, s/nº, Valongo).

O atendimento será até as 16h e prazo de adesão termina no dia 11. É necessário apresentar credencial de guia de turismo regional, emitida pelo Ministério do Turismo, e certificado de conclusão dos cursos de idioma.

Esta é a primeira oficina promovida pela secretaria voltada especificamente ao atendimento dos turistas dos cruzeiros, segundo Maria Leopoldina de Moraes e Silva, chefe da Seção de Formação Técnica e Profissional da Setur. “Nosso objetivo é a qualidade na recepção desses visitantes, com o guia mostrando segurança no conhecimento, habilidade em contornar situações, visando transmitir uma boa imagem da cidade”.

Com isso, prosseguiu, esse turista fica estimulado a fazer city tour em Santos e a divulgar a boa experiência em suas cidades de origem.

Etapas
A oficina terá três fases. A primeira, de 17 a 21 de outubro, das 13h30 às 17h30, no Cais (Centro de Atividades Integradas de Santos), na Rua Sete de Setembro, 34, Vila Nova, abordará as instalações do Concais, condições adequadas para o atendimento aos cruzeiristas, além de dados gerais sobre a cidade.

A segunda prevê treinamento prático, inclusive com visita ao Aeroporto Internacional de Cumbica (Guarulhos), onde os guias conhecerão diversos procedimentos para situações imprevistas, como perda de documentos ou de turistas, e até falecimento.

A última etapa, de 26 a 28 de outubro, envolve avaliação final na Setur. “Por meio de uma situação simulada, uma banca examinadora integrada por representantes do trade avaliará o desempenho de cada guia”, explicou Leopoldina Moraes, acrescentando que os profissionais receberão certificado e terão seu nome encaminhado às agência de turismo receptivo, para a formação de cadastro.