Conteúdo

Sistema vai ampliar controle de metas do governo

29 de março de 2017
15h 44

A Prefeitura de Santos criou um novo sistema de monitoramento para ampliar a transparência e o controle social na gestão pública. Batizado de Indicameta, permitirá avaliar em tempo real o cumprimento das mais de 400 metas do Programa de Participação Direta nos Resultados (PDR).

Os contratos de gestão do PDR com as 20 secretarias, a Cohab e a CET serão assinados pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa e gestores no início de abril. O projeto foi desenvolvido pelo Departamento de Gestão de Tecnologia e Informação (Detic), com apoio da Ouvidoria, Transparência e Controle (OTC), coordenadora do PDR. A nova ferramenta poderá ser acessada pelo Portal Cidade Aberta.

Com um visual ilustrativo e planilhas com explicações didáticas, o Indicameta será utilizado pelos gestores municipais para inserir informações, atualizar indicadores e controlar o cumprimento das metas de cada um dos órgão da Administração. A periodicidade dos dados será mensal, semestral ou anual, conforme o tipo de atualização prevista no indicador.

Por meio de gráficos e quadros comparativos, será possível verificar as metas que mais avançaram e as que estão com desempenho abaixo do projetado. “O sistema foi idealizado pensando no cidadão comum, não exigindo um grande conhecimento técnico para compreender a informação. É uma ferramenta inovadora de gestão e transparência”, destacou o ouvidor Rivaldo Santos.

Evolução

Os indicadores apresentam a evolução histórica dos principais serviços e procedimentos realizados pela Administração nos últimos anos. Pelo sistema, qualquer pessoa poderá consultar o número de vacinas aplicadas na rede de saúde, o total de consultas e exames médicos e até o tempo médio de atendimento em repartições públicas, entre outros procedimentos.

O Indicameta reúne os indicadores dos programas Cidades Sustentáveis e Cidade Aberta. São mais de 500 tipos de informação com um histórico comparativo dos últimos anos. “O desafio foi desenvolver uma ferramenta que possibilite a consulta em um único local sem qualquer complicação”, explicou Paulo Roberto Souza, Chefe da Seção de Geoprocessamento da Prefeitura.

Desde 2014, o PDR vem sendo aplicado na Prefeitura com base nos resultados e na meritocracia (capacidade individual de cada pessoa). O programa segue o mesmo modelo do que ocorre na iniciativa privada. “O PDR possibilita medir e melhorar a qualidade e a produtividade dos serviços prestados à população, além de valorizar o mérito no trabalho”, disse o ouvidor.