Conteúdo

Seminário mostra experiências de revitalização portuária e integração urbana

23 de abril de 2012
18h 00

Com inscrições encerradas há dois dias (fechou com 334 inscritos no final da tarde de segunda-feira), e relato de experiências bem-sucedidas no exterior, o Seminário Internacional - 'Revitalização de Áreas Portuárias e Integração Urbana', será aberto quinta-feira (26), às 8h30, no Teatro Guarany, no Centro Histórico.

Às 10h20, acontece a primeira palestra, a cargo de José Ramón Ruiz Manso, secretário da Junta de Governo de Santander e membro científico da RETE (Associacão para a Colaboracão entre Portos e Cidades), com sede em Veneza. Na sequência, às 11h, a palestrante será Chantal Guillet, diretora geral da Adéfrande (Aménageurs et Dévellopeurs em France e integrante da AIVP (Association Internationale Villes et Ports e Projeto Marseille-Joliette).

Logo após o almoço, às 14h20, os seminaristas terão a oportunidade de conhecer a experiência brasileira no porto de Belém, no Pará, narrada pelo arquiteto Gustavo Leão, um dos autores do projeto 'Estação das Docas'. Outros três brasileiros, Almir Klink (empreendedor de expedições marítimas), Lars Grael (velejador) e Manoel Chaves (engenheiro naval), farão a presentação do painel 'A importância econômica, cultural e esportiva das marinas públicas nos projetos de revitalização portuária'.

A partir das 15h40, técnicos da Espanha irão expor dois resultados positivos: o arquiteto Pablo Lazo, diretor associado da ARUP (empresa internacional de planejamento, projetos e consultoria), apresenta o projeto Santander, e Josep Munné Costa, presidente do WTC Barcelona, explica as mudanças em sua cidade.

Encerramento
Na sexta-feira (27), às 10h, o seminário será encerrado com divulgação dos resultados dos estudos de viabilidade econômica do programa de revitalização 'Porto Santos Valongo', no salão nobre da prefeitura.

Os estudos serão apresentados por técnicos da Ove Arup & Partners, empresa internacional contratada pela prefeitura com recursos do Banco Mundial. O seminário é organizado pela Seport (Secretaria de Assuntos portuários), Codesp, Secretaria de Assuntos Portuários – governo federal e Banco Mundial.