Conteúdo

Secretaria de Saúde divulga novo balanço da vacinação contra a raiva

19 de agosto de 2013
11h 57

A Secretaria de Saúde de Santos vacinou sábado (17) 4.351 animais contra a raiva (3.218 cães e 1.133 gatos). Do total, 788 foram imunizados na Vacinação Casa a Casa no morro da Penha e Caneleira. Desde o início da campanha foram vacinados 10.706 . A meta é 57.559, até o final a ação em 14 de setembro.

No próximo sábado (24) serão montados postos em mais nove bairros, das 9h às 16h (Gonzaga, Marapé, Saboó, Santa Maria, Castelo, Valongo, Paquetá e morros São Bento e Nova Cintra). Durante a semana, um ponto fixo que funciona inclusive sábado, das 9h às 16h, na Seção de Vigilância e Controle de Zoonoses (Sevicoz - av. Pinheiro Machado, 580 – 3º andar, Marapé).

Devem ser vacinados cães e gatos a partir de três meses de idade, inclusive os que já foram imunizados em anos anteriores. Quando o animal recebe a vacina pela primeira vez, deve repetir a dose após 30 dias. Os demais tomam apenas uma vez ao ano.

Orientações

A vacina é fornecida pelo governo estadual e está sendo utilizada em todo Estado de São Paulo. A mesma é de origem francesa e a aplicação de 1 ml é feita de forma subcutânea. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a vacina Rabisin-i (nome comercial) tem alta eficácia e por ser feita a partir do cultivo de células possui menor chance de causar reações adversas.

No entanto, a Secretaria de Saúde alerta que, como toda vacina, pode causar reações caso o animal tenha hipersensibilidade. O dono deve avisar no posto de vacinação caso o animal já tenha tido alguma reação anterior a vacinas.

Após a aplicação, se observada alguma alteração, como coceira e olhos avermelhados (as reações não costumam demorar a aparecer), deve haver o retorno imediato ao posto (contam com atendimento veterinário e medicação para casos de urgência e emergência), ou procurar veterinário de confiança. Mais informações: 3257-8047.