Conteúdo

Projeto de revisão do Plano Diretor amplia área de preservação

1 de setembro de 2017
9h 37

Na proposta de revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento e Expansão Urbana, a Macroárea Continental foi dividida em duas macrozonas. O objetivo foi deixar claro que esses dois pontos têm características diferentes. Também o de ampliar a área de preservação ambiental.

A novidade foi apresentada em audiência pública realizada quinta-feira (31), no Caruara. O encontro integra os debates promovidos pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano para receber sugestões e explicar o projeto para a população.

Uma das macrozonas é definida na proposta do Plano Diretor como área de porto e retroporto para uso sustentável e associado à preservação, conservação e proteção dos ecossistemas naturais. Já na outra, considerada de relevante interesse ambiental, estão localizados dois núcleos: Caruara e Monte Cabrão. Segundo a chefe do Departamento de Desenvolvimento Urbano, Fernanda Alarcon, definir esses dois núcleos como urbanos “é o primeiro passo para a regularização fundiária”.

O tema foi o principal foco dos munícipes que participaram da audiência pública. As moradoras Ana Lucia da Cruz e Marcia Cassimiro questionaram os técnicos sobre o processo de regularização fundiária.

Outra preocupação também relacionada com o tema habitação partiu de Neuza Marques. Ela sugeriu que o Plano Diretor defina Zonas Especiais de Interesse Social (ZEIS) na Área Continental. Os técnicos da Sedurb esclareceram que o Plano Diretor é uma lei norteadora de outras regras de planejamento e que as ZEIS são demarcadas em lei específica.

A geração de emprego e renda também foi sugerida. Uma das diretrizes previstas no Plano Diretor é o fomento do ecoturismo na Macroárea Continental, o que deve gerar oportunidades para os moradores da região.

Sábado terá debate em escola da Ponta da Praia

Neste sábado (2), a partir das 9h, o debate sobre o Plano Diretor será na Zona Leste, na Escola Maria Carmelita Proost Villaça (Avenida Professor Aristóteles Menezes, 11, Ponta da Praia). Para participar não é preciso fazer inscrição. Já foram realizadas quatro audiências públicas: Morros, Centro, Zona Noroeste e Área Continental. Nos encontros, os munícipes podem sugerir mudanças para o projeto. Pelo site da Prefeitura também é possível enviar sugestões.

Munícipes podem enviar sugestões para o Plano diretor aqui  

Foto: divulgação