Conteúdo

Município reforça ações de incentivo à amamentação

31 de julho de 2017
16h 56

Na primeira semana de agosto comemora-se a Semana Mundial de Amamentação, criada para reforçar os benefícios que o ato faz para a saúde dos bebês e das mulheres

. O estímulo ao aleitamento materno dos recém-nascidos de forma exclusiva e em livre demanda até o sexto mês de vida é feito na rede municipal de saúde de Santos, principalmente em grupos específicos sobre o tema, encontros de gestantes e atividades do projeto Escola de Mães, desenvolvidos nas unidades da Atenção Básica e no Instituto da Mulher e Gestante, dentro do programa Mãe Santista.

Na Policlínica do Embaré, atualmente há dois grupos de aleitamento materno, um às quartas-feiras no período da tarde e outro às sextas pela manhã. As mulheres que tiveram bebês são orientadas em grupo e individualmente por médicos e profissionais de enfermagem sobre as vantagens e formas adequadas de amamentar, além de tirarem suas dúvidas.

Na atividade também tem início o acompanhamento dos bebês, que são medidos e pesados a cada encontro. As reuniões ocorrem a partir da primeira semana após o parto, normalmente uma vez por mês, até a criança completar seis meses, podendo ocorrer mais vezes no primeiro mês se preciso.

Na primeira participação, é feita uma amamentação assistida pelo médico. “Isso é importante principalmente para as mães de 'primeira viagem', para aprenderem a posição ideal”, explica a pediatra Valéria Palmieri.

A profissional ressalta os inúmeros benefícios do aleitamento, como a redução dos casos de infecções e aumento da imunidade nas crianças ou a redução do útero e perda do peso adquirido na gravidez para as mulheres. “O mais importante é a criação do vínculo, é um ato de amor que aproxima mãe e filho”.

A dona de casa Lahys Cardoso, 19 anos, participa do grupo no Embaré com o seu segundo filho, Miguel, de dois meses, e conta que fica mais segura com as orientações. “Pretendo que ele só mame no peito até o sexto mês. A minha primeira filha (Mirella, de 3 anos) mamou no peito até o quarto mês, porque tive que voltar a estudar. Ela teve uma boa indicação de leite, mas o materno é muito melhor”.

História

A Semana Mundial da Amamentação é comemorada desde 1992 em mais de 150 países, por iniciativa da World Alliance for Breastfeeding Action (WABA) – Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno, órgão consultivo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

As comemorações foram instituídas no Brasil pelo Ministério da Saúde por meio da portaria nº 2.394 de 2009. Desde 1997, a Semana Municipal do Aleitamento Materno faz parte do calendário oficial de Santos (lei n° 1.623).

Alguns benefícios do leite materno

Para as crianças

- Previne infecções gastrointestinais, respiratórias e urinárias.
- Tem efeito protetor sobre as alergias.
- Ajuda na adaptação a outros alimentos
- Diminui o risco de diabetes e linfomas.

Para as mães

- Facilita uma involução uterina mais rápida.
- Reduz as chances do câncer de mama.

Escola de Mães reforçará tema neste mês

Durante todo o mês de agosto, as reuniões com as gestantes e puérperas da Escola de Mães no Instituto da Mulher e Gestante irão abordar o incentivo ao aleitamento materno.

Entre os temas que serão discutidos estão: Mitos e Verdades da Amamentação, Manejo e Benefícios, Direitos das Lactantes e Aleitamento Prolongado. Para as orientações, são utilizados recursos lúdicos como réplicas de seios e bonecos.

Hora do Mamaço será dia 5 na Praça Mauá

Com o tema 'Todos Juntos pela Amamentação', A Hora do Mamaço será realizada pelo sexto ano em Santos para incentivar o aleitamento materno, mostrando os benefícios reais da nutrição natural e a importância da rede de apoio. A edição de 2017 está marcada para o dia 5 de agosto, das 9h30 às 11h30, na Praça Mauá (Centro Histórico), com uma programação especial para as mães, pais, crianças e todos que apoiam a causa. Mais de 70 cidades espalhadas pelo País fazem parte deste grande movimento, que integra a programação da Semana Mundial da Amamentação.

A atividade, que tem apoio da Prefeitura, terá início com um alongamento. Depois todos serão convidados para uma vivência de dança materna, musicalização com as crianças, finalizando com a tradicional foto oficial dos bebês amamentando.

Haverá também estande com profissionais dando orientações e apoio ao aleitamento materno. O time conta com a enfermeira e especialista em amamentação Sandra Abreu, idealizadora e criadora do Anjos do Leite; Maíra Botta, consultora em amamentação e em desenvolvimento infantil pelo Crescer Criança; e Bruna Bovarotti, psicóloga e consultora em desenvolvimento infantil e puerpério também pelo Crescer Criança.

Participam também a obstetra Dra Izilda Pupo e a pediatra Dra Keiko Teruya, além de outros profissionais. “É importante termos essa rede de apoio que facilite e ajude a mulher a amamentar o seu filho. Também queremos mostrar que este é um ato natural”, destaca a coordenadora da atividade em Santos, Nara Assunção.

Já a assistente técnica da Secretaria de Saúde, Carolina Ozawa, ressalta que o aleitamento materno é um dos principais meios para reduzir a mortalidade infantil. “A rede de saúde de Santos incentiva a amamentação desde as orientações das gestantes no pré natal, nas maternidades após o parto até o acompanhamento multiprofissional dos bebês nas unidades de saúde”.

Programação Completa

- Alongamento, com a fisioterapeuta e doula Juh Fernandes
- Vivência da Dança Materna, com Rita Monteiro
- Musicalização para os bebês e as crianças, com Rafael de Souza
- Orientações sobre aleitamento materno, com equipe de profissionais
- Foto oficial com todas as mamães e bebês amamentando

Foto: Marcelo Martins