Conteúdo

Lorena nasce no Estivadores em um dos primeiros partos da região em 2018

1 de janeiro de 2018
15h 43

A chegada do ano novo foi muito especial para uma família do bairro do Estuário, que passou a contar com nova integrante às 2h16 desta segunda (1º de janeiro).

Filha do controlador de acesso Rodolpho dos Santos Neves, 23 anos, e da ex-balconista Andrea da Silva Moura, 20, Lorena nasceu de parto natural no Complexo Hospitalar dos Estivadores com 2,7 kg e 46,5 cm, sendo uma das primeiras a nascer em 2018 nas maternidades da região.

O pai disse que a previsão era de que a primeira filha do casal nascesse por volta do dia 5 de janeiro, mas no último dia de 2017 começaram as alterações no quadro da gestante, o que fez com que procurasse o atendimento no hospital. “Foi um Réveillon diferente e muito bom ao mesmo tempo. A gente não esperava e ela nasceu bem depois da Virada”.

A parturiente fez o pré natal na Policlínica da Conselheiro Nébias dentro do Mãe Santista, programa da Prefeitura que intensificou os cuidados com as gestantes e recém-nascidos e assiste às mulheres com várias ações, entre elas a entrega de enxovais. A mamãe levou a manta do kit para a maternidade. “A gente foi bem atendido do começo ao fim, não tem do que reclamar. O pessoal bem qualificado e atencioso, sempre perguntando se a precisava de algo e auxiliando na hora do parto, dos exercícios”, falou Rodolpho em nome do casal.

ESTRUTURA

A maternidade do Estivadores começou a funcionar há quase um ano, em 2 de fevereiro de 2017, e já realizou mais de 2 mil partos e 10 mil atendimentos no pronto socorro obstétrico. O setor tem 36 leitos de clínica obstétrica e 10 de UTI neonatal, além de cinco salas de pré-parto, parto e pós-parto (PPP) e duas salas cirúrgicas obstétricas.

Trata-se da segunda da Cidade em número de partos entre as sete maternidades (públicas e particulares) com média de 200 partos por mês, sendo 48% de pacientes residentes em Santos e 52% de outros municípios da região. Também apresenta o índice de 61% de partos naturais (normais) – o maior do Município – e é aprovada por 96% das pacientes. O hospital conta ainda com outros 12 leitos de clínica médica e 10 de UTI adulto.

Fotos: Raimundo Rosa