Conteúdo

Guias de turismo têm curso para aprimorar atendimento a crianças e jovens

14 de junho de 2011
18h 00

Crianças e jovens vão conhecer, de forma lúdica e em linguagem ajustada às diferentes faixas etárias, a história e o patrimônio santistas durante o passeio no bonde turístico ou em roteiros monitorados por guias de turismo da Setur (Secretaria de Turismo).

Na segunda-feira (20), às 13h30, tem início o ‘Curso de Linguagem Adaptada’, que a Setur, em parceria com a Seduc (Secretaria de Educação), promove no Cais (Centro de Atividades Integradas de Santos) Colégio Santista (Rua Sete de Setembro, 34, Vila Nova).

A necessidade de adaptar as informações de acordo com a idade do público foi identificada pela Seção de Serviços Turísticos da Setur. “Percebemos que muitas palavras, mesmo consideradas simples, não eram compreendidas pelas crianças e jovens, que acabavam perdendo o interesse no passeio, comprometendo a finalidade do roteiro e o próprio aprendizado”, explicou Helena Hartmann, chefe da seção.

O curso foi elaborado pela Seção de Capacitação, com a colaboração da pedagoga e professora de história Adriana Campos, entre outros profissionais da Seduc.

O curso será realizado às segundas-feiras, até o próximo dia 4, prolongando-se até às 17h30. “Teremos dinâmicas e aplicação de técnicas para transmitir melhor a informação ao público-alvo, o que facilitará as atividades dos guias”, disse Maria Leopoldina Patrocínio e Silva, chefe da Seção de Capacitação.

Os guias participam de curso sobre a história do café, no Museu do Café, e preparam taxistas e guardiões-cidadãos. No ano passado, a Setur atendeu cerca de quatro mil estudantes de 23 cidades, sendo uma do Rio Grande do Sul e duas de Minas.