Conteúdo

Grupo gestor tem como meta impulsionar o turismo

4 de maio de 2011
18h 00

Onze representantes de organismos públicos e privados assumiram, nesta quinta (5), o compromisso de impulsionar o turismo local, com ações baseadas no estudo de competitividade do Ministério do Turismo. Eles integram o grupo gestor, escolhido entre 18 instituições ligadas a esse segmento, que desde quarta-feira (4) participam, no Sindicato de Hotéis, da oficina Competitividade do Destino, da primeira das seis oficinas previstas pela pasta. Os encontros, que serão desenvolvidas pelo IMB (Instituto Marca Brasil) em pouco mais de um ano, integram o Projeto Gestão e Planejamento de Destinos Turísticos, do ministério.

A primeira reunião de trabalho do grupo, que terá como primeiros coordenadores a Setur (Secretaria de Turismo) e UniSantos, está marcada para o próximo dia 17. Até essa data, seus integrantes analisarão o Estudo de Competitividade dos Destinos Turísticos, realizado com o Sebrae, Fundação Getúlio Vargas, IMB e Empresa Módulo.

No estudo Santos obteve 69,2 pontos, superior à média Brasil (58,1) e à das cidades não capitais (49,7) – a média das capitais foi de 69,9. “A tarefa do grupo é analisar as falhas indicadas no levantamento e, se for o caso, envolver as demais instituições para estudar alternativas voltadas à correção”, disse Evandro Welp, do IMB, que coordenou a oficina.

Integram ainda o grupo gestor Sebrae, Abeoc (Associação Brasileira de Empresas de Eventos), CDL-Santos Praia (Câmara dos Dirigentes Lojistas), Etec Aristóteles Ferreira, Diretoria Regional de Turismo do Estado de São Paulo, Sindegtur (Sindicato de Guias de Turismo), SinHoRes, Santos e Região Convention e Visitors Bureau, e Central de Fretes/Harpyia.