Conteúdo

Fórum lota auditório da Prodesan e atrai atenção para separação do lixo

20 de junho de 2017
15h 40

Com a participação de mais de 120 pessoas que lotaram o auditório da Prodesan, a Secretaria de Meio Ambiente (Semam) realizou o 1º Fórum para Formação e Capacitação de Cooperativas de Reciclagem.

O encontro, que contou com a presença de representantes de catadores, de universidades, condomínios e trabalhadores informais da região, entre outros, apresentou as oportunidades e os caminhos para a criação de cooperativas de recicláveis.

“O que chamou a atenção foi o grande interesse de todos em fazer o certo, em buscar sair da informalidade e, dessa forma, ter pleno acesso a cursos de capacitação e até mesmo financiamento”, avaliou o secretário de Meio Ambiente, Marcos Libório.

O Sebrae, por exemplo, ofereceu um passo-a-passo didático sobre como constituir uma cooperativa e a Secretaria de Assuntos Portuários, Indústria e Comércio, por meio do Banco do Povo, explicou como ter acesso às alternativas de financiamento.

O Fórum faz parte de uma série de iniciativas da Semam em relação ao 'Programa Sócio Ambiental Recicla Santos', a nova lei de resíduos (LC 952). A lei determina, por exemplo, que é obrigatória a separação entre resíduos úmidos (orgânicos) e secos (recicláveis), visando aumentar o volume de recicláveis, matéria-prima a ser comercializada por cooperativas.

Condomínios

No próximo dia 29, a Semam promove mais uma rodada de palestras sobre a nova lei dos resíduos. Desta vez, o foco são os condomínios. O encontro será no auditório da Prodesan, às 14h30. O objetivo é esclarecer dúvidas e propor soluções para moradores e síndicos.

“Mudar nosso comportamento quanto à produção de resíduos mostra respeito às futuras gerações”, afirmou o advogado Rubens Moscatelli, presidente do Sindicato dos Condomínios Prediais do Litoral Paulista (Sicon). O encontro tem o apoio do Sindicato das Empresas Administradoras de Bens e Condomínios de Santos e Região (Seabens) e do Sicon.

Foto: Raimundo Rosa