Conteúdo

Cães e gatos já podem ser imunizados contra a raiva

1 de agosto de 2017
14h 27

O gatinho Menino - achado filhote na rua há um ano pela analista financeira Fabiana Sousa, 34 anos - recebe da sua dona toda atenção e carinho, desde as idas regulares ao veterinário até comida de qualidade.

Nesta terça (1º), o animal ganhou mais um cuidado e foi um dos primeiros imunizados na campanha de vacinação contra a raiva em Santos, ação que será realizada pela Secretaria de Saúde até 30 de setembro.

A Cidade tem população estimada em mais de 40 mil cães e gatos e a meta é vacinar pelo menos 80% deste público, ou seja, cerca de 32 mil animais. De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, a opção é levar o animal na Sevicoz (Av. Pinheiro Machado, 580, Marapé). A partir da segunda quinzena deste mês, também haverá postos volantes de terça a quinta e em alguns sábados.

“Se todos vacinarem seus animais, todos nós ficaremos mais seguros”, destacou a funcionária pública Shirley Junco, 50, que levou suas cadelas Pepa, 6, e Nina, 1 ano e meio, para a imunização na Sevicoz.

Segundo o veterinário Laerte Carvalho, da Secretaria de Saúde, podem se vacinar cães e gatos a partir dos três meses de idade.

A dose injetável (subcutânea) é única, exceto para os animais que tomarem a vacina pela primeira vez na vida, cuja segunda dose deverá ser aplicada após trinta dias.

“A vacina é muito importante para prevenir a raiva, doença grave que Santos não registra há mais de 30 anos por causa destas campanhas”, explica, ressaltando que são raros os casos de reações nos animais após aplicação da vacina.

Foto: Isabela Carrari