Conteúdo

Atendimento na UPA Central tem 95,8% de aprovação entre usuários

26 de março de 2016
10h 52

A primeira Unidade de Pronto Atendimento do Município, a UPA Central, tem aprovação de 95,8% dos usuários. O equipamento, inaugurado há pouco mais de dois meses na Rua Joaquim Távora, 260, marcando um novo conceito de socorro médico em situações emergenciais, também recebeu nota 8 da população da Cidade e região.

Os índices aparecem na pesquisa de opinião feita pelo Instituto de Pesquisas A Tribuna (IPAT) nos dias 9, 10 e 11 de março, junto a 600 pacientes a partir de 16 anos. Dos entrevistados, 69,7% são de Santos, seguindo São Vicente (24,2%), Guarujá (2,3%), Praia Grande (2,3%), Cubatão (1,2%), Itanhaém (0,2%) e São Paulo (0,2%).

Reestruturação

Estrutura moderna, totalmente climatizada, gestão profissionalizada e atendimento de qualidade são as razões atribuídas ao resultado do estudo, ressalta o secretário de Saúde, Marcos Calvo.

“Essa aprovação simboliza o acerto da Prefeitura em implementar esse novo modelo de atenção, que faz parte de toda uma reestruturação do sistema de urgência e emergência a ser aprimorado com outras duas futuras UPAs (uma na Zona Noroeste e outra na Zona Leste) e o Complexo Hospitalar dos Estivadores”, afirma.

Outros índices

A pesquisa ainda mostrou que 96,3% dos pacientes consideraram o atendimento médico adequado para seu caso, e 95,5% ficou satisfeito com a consulta. O atendimento na recepção também foi destacado: 99,3% dos usuários acharam o serviço educado, atencioso (99,3%), eficiente (98,5%), simpático (99,4%) e rápido (97,4%).

Em comparação ao antigo PS Central, 80,6% consideraram a UPA Central melhor pela estrutura, conforto, rapidez e qualidade do atendimento.

Classificação de risco

A pesquisa também apontou que 89,8% entendeu o sistema de atendimento por classificação de risco com identificação por cores. O modelo é mundialmente considerado um padrão de qualidade. Os ambientes da UPA estão distribuídos seguindo esse padrão, organizando o fluxo e o atendimento aos pacientes.

A UPA é a primeira unidade do Município sob gestão compartilhada com uma organização social, a Fundação do ABC, vencedora do chamamento público. O prédio foi construído pela Fundação Lusíada, sem custo à Prefeitura.

Modernidade

Informatizada e interligada às demais unidades de saúde da Cidade, a UPA Central conta, além de consultórios para atendimento de adultos, atendimento pediátrico e odontológico; brinquedoteca para as crianças; e salas de observação clínica de adultos separadas para homens e mulheres, visando mais conforto e privacidade.

E mais: camas motorizadas de alta tecnologia nas salas de observação adulta e pediátrica e na de emergência; sala de emergência equipada com ventiladores pulmonares artificiais, monitores multiparâmetros e equipamentos de última geração; e sala de hidratação com televisão.

Foto:Isabela Carrari