Conteúdo

Santos prestará homenagem a grandes nomes do esporte amador

25 de maio de 2019
10h 00

A Cidade realiza neste domingo (26), às 10h, a tradicional homenagem ao Dia do Esportista Amador, para lembrar importantes nomes da história do esporte local.

Em evento no Vasco da Gama (Ponta da Praia), serão oferecidas homenagens ao ciclista Claudio Clarindo, ao boxeador Lucio Grottone, Antônio José Assenção (Português, do handebol) e Fabiano Soares de Moraes Barbosa, do triatlo.

A cerimônia prevê exibição de vídeo, leitura de biografias e apresentação do Coral dos Atletas Veteranos. As famílias dos homenageados receberão placas e haverá exposição de artigos esportivos e medalhas dos homenageados.

O evento é organizado pela Secretaria de Esportes (Semes), por meio do Centro de Memória Esportiva De Vaney, com apoio da Fundação Arquivo e Memória de Santos, Panathlon Club Santos e Almanaque Esportivo de Santos.

Homenageados

  • Claudio Clarindo – ciclismo Considerado um dos dez melhores ultracilistas do mundo, nasceu em Santos, em 7 de maio de 1977. Iniciou a carreira como nadador, migrando em 1992 para o triatlo, no qual começou a praticar ciclismo. Entre suas expressivas conquistas estão cinco conclusões da Race Across America - RAAM (2007, 2009, 2011, 2012 e 2015), onde percorreu 5.000 km. Morreu em 25 de janeiro de 2016, aos 38 anos, quando treinava na rodovia Rio-Santos.
  • Lucio Grottone – boxe Nascido em Santos, em 8 de setembro de 1928. Conquistou o quarto lugar nos Jogos Olímpicos de Helsinque (Finlândia), em 1952. Pelas regras atuais, teria ficado com a medalha de bronze, já que não existe mais confronto entre os eliminados na semifinal. Foi bicampeão Paulista e Brasileiro, em 1950 e 1951; medalha de prata no Pan-Americano em 1951 e bicampeão Sul-Americano em 1952 e 1953. Morreu em 20 de março de 2017, aos 88 anos.
  • Antônio José Assenção (Português) – Handebol Atleta durante 25 anos, professor universitário e um dos responsáveis por ajudar a difundir a modalidade. Nasceu em Portugal, em 21 de fevereiro de 1952. Começou a praticar handebol aos 13 anos, no Clube Internacional de Regatas; disputou o Mundial da Handebol na década de 1960, foi campeão Paulista, Brasileiro e vice Sul-Americano. Morreu em 21 de outubro de 2015, aos 64 anos. 
  • Fabiano Soares de Moraes Barbosa – triatlo Como triatleta participou dos Jogos Regionais. Nasceu em Santos, em 20 de novembro de 1974. Em 2011, fundou a Associação 3KMEsporte, incentivando o esporte e ações solidarias. Arrecadou mais de 20 toneladas de alimentos para instituições. Trouxe para Santos o rugby, hóquei na grama e pentatlo moderno, sendo pela última, árbitro nos Jogos Olímpicos do Rio 2016. Faleceu aos 43 anos, no dia 26 de fevereiro de 2018.