Educação de Jovens e Adultos forma 304 estudantes

6 de julho de 2018
12h 51

Vestidos com as tradicionais becas e com sorrisos de orgulho por terem concluído mais uma etapa da vida escolar. Era assim que estavam os alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos), na noite de quinta-feira (5), durante a cerimônia de formatura no auditório da Seduc (Secretaria de Educação).

Alunos de oito unidades municipais participaram da cerimônia, de um total de 15 que têm atividades da EJA (algumas farão a formatura na própria unidade).

O programa de educação conta com 1.005 alunos. Neste semestre, se formaram 304 estudantes do ciclo II, termo 4 (equivalente ao 9º ano).

Na presença das equipes das escolas, chefias da Seduc e familiares, os estudantes receberam homenagens dos professores. O público assistiu à apresentação do coral de Libras (Língua Brasileira de Sinais) Mãos que encantam, regido pela professora de educação especial e intérprete de Libras Margaret Pereira Valente.

“Com este evento, queremos valorizar todo empenho que estes alunos tiveram para finalizar o ensino fundamental, suas batalhas e obstáculos superados e resgatar a autoestima. É uma grande vitória na trajetória de cada um”, disse a chefe da seção de educação de jovens e adultos, Patrícia Oliveira Santos.

 

TECNOLOGIA

Matheus Silva da Paixão Santos, 16, da Mário de Almeida Alcântara foi o orador, representando os demais alunos. “Sempre tive dificuldade nos estudos e, com a EJA, comecei a me esforçar mais, principalmente após iniciar o projeto Box Maker (iniciativa que ensina tecnologia, desenvolvendo criatividade, concentração e raciocínio lógico)”, afirmou. Ele ainda quer cursar uma faculdade na área de tecnologia.

 

INSPIRAÇÃO

“Vi uma reportagem de uma senhora de mais de 90 anos que se formou em Direito e estava tirando a OAB. Isso me inspirou e pensei: se ela pode, eu também posso”, contou Emorane Mara Amorim, 54, da unidade Leonardo Nunes. Ela é manicure e sonha em ser podóloga. “Já me matriculei no ensino médio e continuarei os estudos. Não imaginava o quanto era maravilhoso”.

Suely Pereira de Olveira, 63, da escola ‘Barão do Rio Branco’ também não escondia a felicidade. “Estudar faz bem para a cabeça. É muito bom. Fui incentivada pelos meus filhos a voltar para a escola depois que me aposentei”. Ela contou que parou na antiga quarta série, porque precisava trabalhar para ajudar a família. 

Educação de Jovens e Adultos – Em 2018, a EJA passou por mudanças, com a utilização da plataforma digital para todos os alunos. Atualmente, os estudantes contam com professores regulares e também com os professores articuladores de tecnologia educacional e as idas ao laboratório de informática são constantes. 

O currículo também ganhou a disciplina Qualificação para o trabalho, com diversos cursos com certificação, como Scratch, Cri@pp - criação de aplicativos, Crescendo e Empreendendo, em parceria com o Sebrae e eletrônica – Projeto Box Maker. Os alunos do ciclo II ainda têm acesso ao curso preparatório para o ensino médio chamado Reforce. Todo o conteúdo da plataforma digital utilizada na EJA é desenvolvido pelos professores AVA (ambiente virtual de aprendizado).

 

Foto: divulgação

 

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.