Conteúdo

Santos quer ampliar a cobertura vacinal de crianças

20 de maio de 2020
14h 09

Em tempos de pandemia de covid-19, alguns pais estão receosos em levar os filhos para vacinar nas policlínicas e o reflexo desse comportamento é a queda na cobertura das vacinas de rotina nas crianças que residem em Santos.

Os estoques de vacina estão normalizados e os interessados devem procurar uma das 31 policlínicas da Cidade de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h (veja endereços abaixo). Dentre as doenças para as quais a rede pública oferece vacina estão sarampo, caxumba, rubéola, meningites, paralisia infantil, catapora, hepatites, tuberculose, difteria, tétano, coqueluche, febre amarela, rotavírus e pneumonia.

A meta é manter 95% de imunização ao longo do ano, mas a taxa atual está abaixo desse índice. Em crianças de até 1 ano, a cobertura vacinal acumulada de 2020 em Santos está em torno de 70%. A taxa diminui conforme a criança cresce: a imunização das crianças de 1 ano e meio está em torno de 60% e as de 4 anos, 40% (dados até março).

A Secretaria de Saúde de Santos destaca que a falta de vacinação deixa as crianças expostas a doenças que podem ser prevenidas e tende a ampliar, no futuro, a sua transmissão, uma vez que pessoas não imunizadas servem como disseminadoras de vírus, bactérias e bacilos.

“Entendemos a preocupação dos pais, mas a prevenção por meio da vacina é essencial. Por isso, esse serviço não parou e as unidades seguem rigorosos parâmetros de segurança. E as crianças de 6 meses a 5 anos que vão tomar a vacina contra a gripe por causa da campanha em curso podem aproveitar o momento para atualizar a carteira de vacinação. Não há contraindicação em tomar outra vacina no mesmo momento da vacina da gripe”, orienta Ana Paula Valeiras, chefe do Departamento de Vigilância em Saúde.

SEM AGLOMERAÇÃO

Vale lembrar que as policlínicas suspenderam as consultas de rotina (exceto pré-natal e acompanhamento de bebês até os 6 meses de idade) e alguns procedimentos, de forma que o fluxo de pessoas já está reduzido nas unidades. Além disso, o uso de máscaras é obrigatório em toda a Cidade e não é diferente dentro das unidades de saúde, cujas equipes trabalham completamente paramentadas para evitar contaminação.

Como é feito o cálculo

O cálculo da imunização para vacinas que estão disponíveis o ano inteiro na rede de saúde é realizado de forma proporcional aos meses que já se passaram do ano corrente. É a chamada cobertura acumulada. A população-alvo será a meta mensal, que deve ser sempre de 95%, de acordo com o Ministério da Saúde, multiplicada pelo número de meses corridos. Por exemplo, se um município tem a meta (95%) de vacinar 600 crianças no período de um ano, significa que ele terá que fazer, pelo menos, 50 imunizações por mês. Logo, no mês de maio, pelo menos 250 crianças (50x5) deveriam estar imunizadas.

Em Santos, a quantidade de crianças imunizadas mensalmente tem sido inferior à meta, resultando em taxas de vacinação de, no máximo, 70%.

Calendário Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde

Ao Nascer

  • BCG
  • Hepatite B

2 meses

  • Pentavalente (1ª dose)
  • Poliomielite injetável (1ª dose)
  • Pneumocócica 10 Valente (1ª dose)
  • Rotavírus humano (1ª dose)

3 meses

  • Meningocócica C (1ª dose) 4 meses
  •  Pentavalente (2ª dose)
  • Poliomielite injetável (2ª dose)
  • Pneumocócica 10 Valente (2ª dose)
  • Rotavírus humano (2ª dose)

5 meses

  • Meningocócica C (2ªdose)

6 meses

  • Pentavalente (3ª dose)
  • Poliomielite (injetável) – 3ª dose

9 meses

  • Febre amarela 12 meses
  • Tríplice viral (1ª dose)
  • Pneumocócica 10 Valente (Reforço)
  • Meningocócica C (reforço)

15 meses

  • DTP (1º reforço)
  • Poliomielite oral (1º reforço)
  •  Hepatite A - Tetraviral

4 anos

  • DTP (2º reforço)
  • Poliomielite oral (2º reforço)
  • Varicela

LOCAIS DE VACINAÇÃO

  • Policlínica Alemoa e Chico de Paula - R. Afonsina Proost de Souza s/nº, Alemoa
  • Policlínica Aparecida - Av. Pedro Lessa, 1.728
  • Policlínica Bom Retiro - Rua João Fraccaroli s/nº
  • Policlínica Campo Grande - Rua Carvalho de Mendonça, 607
  • Policlínica Conselheiro Nébias - Av. Conselheiro Nébias, 514, Encruzilhada
  • Policlínica Embaré - Praça Coronel Fernando Prestes s/nº
  • Policlínica Gonzaga - Rua Assis Correia, 17
  • Policlínica Jabaquara - Av. Rangel Pestana, 475
  • Policlínica José Menino/Pompeia - Avenida Floriano Peixoto, 201
  • Policlínica Marapé - Rua São Judas Tadeu, 115
  • Centro de Saúde Martins Fontes - Rua Luiza Macuco, 40, Vila Mathias
  • Policlínica Morro Nova Cintra - Rua José Ozéas Barbosa s/nº
  • Policlínica Ponta da Praia - Praça 1º de Maio s/nº
  • Unidade de Cuidado do Porto - Rua General Câmara, 507, Paquetá
  • Policlínica Rádio Clube - Avenida Hugo Maia s/nº
  • Policlínica Vila Nova - Praça Iguatemi Martins s/nº
  • Policlínica Morro São Bento - Rua das Pedras s/nº
  • Policlínica Vila São Jorge e Caneleira - Rua Francisco Ferreira Canto, 351
  • Policlínica São Manoel - Praça Nicolau Geraigire s/nº
  • Policlínica Piratininga - Praça João de Moraes Chaves s/nº
  • Policlínica Vila Mathias - Rua Xavier Pinheiro, 284
  • Policlínica Valongo - Rua Prof. Maria Neusa Cunha s/nº, Saboó
  • Policlínica Caruara - Rua Andrade Soares s/nº - Área Continental
  • Policlínica Monte Cabrão - Av. Principal s/nº- Área Continental
  • Policlínica Monte Serrat - Praça Correia de Melo s/nº
  • Policlínica Morro da Penha - Rua Três, 150
  • Policlínica Morro José Menino - Rua Doutor Carlos Alberto Curado, 77 A
  • Policlínica Morro Vila Progresso - Rua Três, casas 1 e 2 - Vila Telma
  • Policlínica Morro Santa Maria - Rua 10 s/nº
  • Policlínica Areia Branca - Rua Francisco Lourenço Gomes, 118
  • Policlínica Castelo - Rua Francisco de Barros Melo, 184

Feedback

Ajude-nos a tornar o Santos Portal melhor. Deixe um comentário, dúvida ou sugestão.